Prémio literário José Saramago: está aberto o concurso para a décima edição

Fundação Círculo de Leitores anunciou a 10ª edição do Prémio Literário José Saramago. O prémio acontece de dois em dois anos e nasceu também como uma forma de homenagear José Saramago, Prémio Nobel da Literatura de 1998.

O jurí, que decidirá o vencedor, é composto por Guilhermina Gomes, Ana Paula Tavares, António Mega Ferreira, Nelida Piñon e, a mulher de Saramago, Pilar del Rio.

Os escritores podem agora enviar as suas obras e a Fundação Círculo de Leitores recebe-as até 15 de maio de 2017. O prémio literário José Saramago pretende distingir uma obra de ficção, romance ou novela – desde que seja escrito em português, devendo ter sido publicadas nos anos de 2015 ou 2016. Em dinheiro, o prémio chega aos 25 mil euros.

O escritor não pode ter mais de 35 anos, e autores premiados não podem voltar a concorrer. E se o júri tem algumas mulheres, o mesmo não se pode dizer dos vencedores que em nove edições apenas premiou duas autoras, Adriana Lisboa e Andre del Fuego.  José Luís Peixoto, Valter Hugo Mãe ou João Tordo são outros dos vencedores e a mais recente edição premiou “As Primeiras Coisas”, de Bruno Vieira Amaral.

O prémio que pretende promover e divulgar a língua portuguesa, estimulando a criação e dedicação à escrita de jovens autores, será atribuído em outubro de 2017.

Fonte: Nit

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Inscriçoes para o Exame de Proficiência em Língua Portuguesa

celpe-brasJá se encontram abertas as inscrições para o  Exame para Obtenção do Certificado de Proficiência em Língua Portuguesa para Estrangeiros (Celpe-Bras). As inscrições terminam no dia 20 de março.

 As inscrições terminam no dia 20 de março, mas a taxa para se inscrever poderá ser pagar paga até 22 de março. As provas serão aplicadas de 23 a 25 de maio. O exame concede o certificado brasileiro oficial de proficiência em português como língua estrangeira. As provas são divididas em duas partes, oral e escrita.

A proficiência é avaliada a partir do desempenho do participante em tarefas e em uma interação face a face que exigem compreensão escrita e oral. O exame aborda práticas de uso da língua portuguesa que podem ocorrer no cotidiano de um estrangeiro.

As provas poderão ser realizadas em 28 postos aplicadores no Brasil e 58 no exterior. Haverá aplicação na África (África do Sul, Angola, Cabo Verde, Guiné Bissau, Moçambique, Nigéria e São Tomé e Príncipe); América Central (Costa Rica, Nicarágua, República de El Salvador e República Dominicana); América do Norte (Estados Unidos e México); América do Sul (Argentina, Bolivia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Suriname, Uruguai e Venezuela); Ásia (China e Coreia do Sul); Europa (Alemanha, Áustria, Espanha, França, Itália, Polônia, Reino Unido e Suíça) e no Oriente Médio (Líbano).

Ao se inscrever, o participante precisa selecionar o país e o posto aplicador onde fará as provas. A relação dos postos que aderiram à aplicação da primeira edição do Celpe-Bras e o limite de inscritos em cada um também podem ser consultados no portal do Inep.

Os postos aplicadores são instituições de ensino superior no Brasil e no exterior, representações diplomáticas e missões consulares, centros e institutos culturais brasileiros e estrangeiros e instituições congêneres interessadas na promoção e na difusão da língua portuguesa.

Certificado

O Celpe-Bras, aplicado pela primeira vez em 1998, confere quatro níveis de proficiência em língua portuguesa. Para obter o certificado, é preciso alcançar pelo menos o nível intermediário tanto na parte escrita quanto na oral. Quando o nível de proficiência em cada parte é diferente, prevalece o menor resultado. Desde o segundo semestre de 2009, a aplicação do exame é feita pelo Inep.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério da Educação

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

CPLP celebra a Mulher com mesa-redonda sobre migração feminina

O Secretariado Executivo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) organiza uma mesa-redonda sobre a temática “A Migração Feminina na CPLP: das Oportunidades às Concretizações – Discursos na Primeira Pessoa”, em comemoração do Dia Internacional da Mulher, dia 8 de março, no auditório da sede da Organização. O evento é aberto ao público.

getimage.jpg

Programa previsto

15h00 – Abertura da Sessão
– Intervenção de S. Ex.ª Secretária Executiva da CPLP, Maria do Carmo Silveira
15h15 – Conferência de Abertura
– S. Ex.ª Ministra da Justiça de Portugal, Francisca Van Dunem

15H35 – Momento Cultural I
– Jogral a “9 Vozes”

15H45 – Mesa-Redonda:
– Maria Magdala, gestora/ Associação ComuniDária
– Iolanda Veiga, jurista/ Associação de Mulheres Cabo-verdianas na Diáspora em Portugal
– Sheila Khan, investigadora / Debate Africano (RDP/ RTP África)
– Ana Maria Costa, médica / Fórum da Diáspora de São Tomé e Príncipe
Moderadora: Luzia Moniz, Presidente da PADEMA – Plataforma de Desenvolvimento da Mulher Africana

16H35 – Debate

16H55 – Momento Cultural II
– Cantora Pikki Pereira

18h00 – Encerramento

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Inscrições para o concurso de redação Muitas Línguas, Um Mundo, até 16 de março

estudanteAs inscrições para o concurso de redação Muitas Línguas, Um Mundo, voltado para jovens universitários, seguem abertas até 16 de março. A iniciativa, promovida pela escola de inglês ELS Educational Services em parceria com o programa Impacto Acadêmico da ONU, é uma ótima oportunidade para jovens brasileiros se envolverem em questões de cidadania global e entendimento cultural e discutirem a importância do desenvolvimento de habilidades linguísticas. Saiba mais, clique aqui

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Alunos terão créditos em exame de português para acesso ao ensino superior nos EUA

estudantesOs estudantes nos Estados Unidos poderão realizar, pela primeira vez, um exame de língua portuguesa em abril para obter créditos no acesso às principais instituições norte-americanas de ensino superior.

“Em abril de 2017, pela primeira vez, os estudantes nos Estados Unidos poderão realizar exame NEWL (National Examinations in World Languages) de língua portuguesa para obter créditos no acesso às principais instituições norte-americanas de ensino superior”, referiu a nota do Ministério dos Negócios Estrangeiros.

De acordo com o comunicado, o programa AP (Advanced Placement) da prestigiada associação de estabelecimentos de ensino norte-americanos “College Board” reconhece os exames NEWL da American Councils for International Education, incluindo para efeitos de contagem de créditos no ensino secundário e no acesso ao ensino superior, recomendando-os aos seus associados. Segundo o MNE, “esta decisão beneficiará em particular a comunidade portuguesa e lusodescendente nos Estados Unidos”.

Fonte: Observador

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Macau e Portugal acordam criação de “rede de escolas associadas”

macauMacau e Portugal acordaram a criação de “uma rede de escolas associadas”, que vai unir, por via de protocolos de geminação, escolas secundárias de ambos os territórios, foi hoje anunciado. Saiba mais, clique aqui

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Ensino do português para as crianças como Língua de Herança: curso online para o Japão

criançasNo Japão, um curso online para educadores (pais e professores) e pesquisadores interessados no Português como Língua de Herança (PLH), começa no dia 27 de março próximo.

É um curso online onde “são abordados temas fundamentais como identidade, diversidade, cultura, imigração, identidade cultural, bilinguismo, conceitos sobre o ensino/aprendizado de línguas, o percurso do português como língua de herança e as especificidades do contexto dos falantes desta língua minoritária. Em suma, o que é, quem são os envolvidos e o porquê do ensino e manutenção de uma língua de herança são temas essenciais dessa fase”, de acordo com a explicação na página web.

Em 2014 Luzia Tanaka, pedagoga, de Sakai (Osaka), participou do curso e encontrou a resposta para o que buscava. “Já vou para o terceiro curso com a criadora e idealizadora. Acho que a gente discute pouco sobre o que ensinar uma língua de herança e precisamos trazer esta discussão para o Japão”, pontua.

Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Ensino da língua portuguesa vai dominar “Diálogo com a Comunidade” no Luxemburgo

luxemburgo_plaza_armasO ensino da língua portuguesa será o tema principal do próximo “Diálogos com a Comunidade” que terá lugar no Luxemburgo, em data ainda a definir, segundo o Secretário das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro.

O anunciado encerramento das aulas integradas de português, em Esch-sur-Alzette, no Luxemburgo, deverá assim dominar o encontro, incluído na iniciativa do Estado português que visa melhorar as relações entre Portugal e as suas comunidades espalhadas pelo mundo.

“O Governo do Luxemburgo já transmitiu ao Governo português que não haverá alterações até existir uma solução alternativa, sólida e de confiança para garantir uma transição que seja favorável às famílias, às crianças, aos adolescentes e jovens portugueses que temos no Luxemburgo”, afirmou, à RDP Internacional, José Luís Carneiro.

“O próprio ministro dos Negócios Estrangeiros [Augusto Santos Silva] tem estado profundamente empenhado no diálogo, quer com o seu homólogo luxemburguês [Jean Asselborn] quer com o ministro da Educação [Claude Meisch]. O Instituto Camões e o ministério da Educação [português] têm estado a acompanhar esta matéria que e de grande sensibilidade”, revelou ainda o Secretário das Comunidades Portuguesas.

Esta sexta-feira, delegações do Ministério da Educação de Portugal e do Luxemburgo reuniram em Lisboa, naquele que foi o terceiro encontro entre ambas as partes para encontrar uma solução que ‘trave’ o fim das aulas integradas em português, em Esch-sur-Alzette. Uma situação delicada que afetará 550 alunos já a partir de setembro.

 

Fonte: wort.lu

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Na ONU, Brasil defende língua portuguesa e direitos de afrodescendentes

 

luislinda

A ministra Luislinda Valois, ONU News – Imagem: Reprodução vídeo.

A ministra de Direitos Humanos do Brasil, Luislinda Valois, discursou ontem (27) na 34ª sessão do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas, em Genebra, na Suíça, defendendo a língua portuguesa e os direitos dos afrodescendentes. As informações são da ONU News, em Nova York.

“Inicialmente, cuidemos e mantenhamos a língua portuguesa. Ela também é universal” disse a ministra, numa apresentação de cerca de 12 minutos. A chefe da pasta de Direitos Humanos comentou sobre o combate à corrupção que está sendo feito pelo Brasil e o enfrentamento ao desemprego e à crise no sistema prisional. E disse que o país “está de volta” ao cenário internacional e tem robustez nas suas instituições.

Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Diretora Executiva do IILP  visita  São Tomé e Príncipe

 Bandeira São Tomé e PríncipeA Diretora Executiva que esteve no País desde o passado dia 19 para encontrar-se com as autoridades nacionais,  retornou a Cabo Verde otimista com a sua visita de trabalho ao arquipélago santomense.

Em visita oficial  a São Tomé e Príncipe, a Diretora Executiva do IILP, Marisa Mendonça, reuniu-se  com as autoridades locais onde sublinhou a disponibilidade e interesse do Instituto em cooperar  para que o Estado Santomense  se inclua ativamente em projetos para a promoção da Língua Portuguesa.

Durante o encontro com o Ministro dos Negócios Estrangeiros e Comunidades, Urbino Botelho, a Diretora informou que “o produto são-tomense está praticamente concluído, pensamos que dentro de poucos meses ele ganhará forma que possa ser incluído na plataforma VOC (Vocabulário Ortográfico Comum da língua portuguesa)”, disse Marisa Mendonça.

O ILLP projeta nesse âmbito, organizar ainda este ano, uma formação que permita aos professores são-tomenses produzir aulas para o ensino da língua portuguesa, que serão colocadas na  plataforma do IILP denominada Portal do Professor de Português – Língua Estrangeira.
Pronunciou-se também sobre algumas polêmicas à volta do novo “Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa” e a resistência de alguns países da CPLP face ao mesmo, ilustrando como exemplo o caso do seu País (Moçambique).

“O acordo foi ratificado pela maior parte dos países, falta neste momento a ratificação por Angola e falta a ratificação por Moçambique. Mas em Moçambique o documento passou no conselho de ministros e neste momento está para ser homologado pelo parlamento”, explicou Marisa Mendonça.

“Eu não vejo que o Acordo esteja perdido. A informação que eu tenho por via das comissões nacionais de todos os Estados membros da CPLP [Comunidade de Países de Língua Portuguesa] é de que o Acordo está a vigorar na maior parte dos países que o ratificaram”.

A Diretora Executiva também participou de uma palestra realizada no Anfiteatro da Universidade Pública de São Tomé e na qual participaram, acadêmicos, universitários e falantes da Língua Portuguesa.

Fonte colaborativa:  Lusa e Rádio São Tomé e Princípe

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário