Anunciamos que este blogue é um repositório de informações sobre a língua portuguesa, e que os conteúdos não são todos da responsabilidade do IILP.

Nota | Publicado em por

Ensino complementar de português em Esch com mais alunos do que no ano passado

download (2)O ensino complementar de português em Esch-sur-Alzette, solução que resulta de um acordo entre Portugal e o Grão-Ducado, contará no próximo ano letivo com mais alunos do que os do ano passado, disse esta segunda-feira o coordenador do ensino de português no Luxemburgo, Joaquim Prazeres.

 Joaquim Prazeres, que participou ontem, em Lisboa, no segundo encontro de professores do ensino português no estrangeiro, dedicado ao tema “Aprender e ensinar português em contexto multilingue”. “Para já, estão inscritos 540 alunos para o próximo ano letivo, que arranca a 15 de setembro, quando no ano passado eram cerca de 530”, informou o coordenador de ensino.Joaquim Prazeres espera que, até lá, o número de inscrições ainda suba. Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

“Nossa Língua”

Rede-Brasil-Cultural-1 (1)Rede Brasil Cultural , instrumento do Ministério das Relações Exteriores Brasileiro para a promoção da língua portuguesa no exterior, divulgou a  32ª edição do “Nossa Língua”, informativo que tem por objetivo divulgar os trabalhos realizados nos Centros Culturais, Núcleos de Estudo e Leitores em todo o mundo.

Acesse a  32ª edição do informativo “Nossa Língua” , clique aqui

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Universidade de São José recebe estatuto de observador consultivo da CPLP

1-usjA Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) atribuiu à Universidade de São José (USJ) o estatuto de observador consultivo durante a última reunião ordinária do Conselho de Ministros da organização, que decorreu em Brasília no último dia 20 de julho de 2017.

Para além de constituir um reconhecimento, o novo estatuto traz também à Universidade de São José novos desafios que se irão traduzir num maior investimento no português e numa maior promoção da língua e da cultura portuguesas. À instituição podem ser pedidos “pareceres em relação a eventuais bolsas de estudo que a CPLP pretenda atribuir e a prémios que a CPLP institua.” Mas de que forma é que a Universidade de São José tenciona dar resposta aos novos desafios? “Na prática fazendo todos os possíveis para responder a esses desafios [e] nós, da nossa parte, faremos sempre o possível para dar maior importância à divulgação da língua e da cultura da língua portuguesa”, garantiu Maria Antónia Espadinha, vice-reitora da Universidade.

À emissora em língua portuguesa da Rádio Macau, Peter Stilwell, reitor da Universidade de São José, explicou que a iniciativa de candidatar a instituição partiu do Governo de Portugal: “[O pedido] tem de ser submetido sempre por um Governo da CPLP. No nosso caso, foi o Governo português que se mostrou interessado em apresentá-lo”, indicou o responsável.

“Significa que, em princípio, podemos beneficiar de contactos ao nível académico entre universidades que também fazem parte da rede de observadores consultivos. A nível de bibliotecas, vai ser possível partilhar publicações e revistas”, elencou Peter Stilwell, citado pela TDM – Rádio Macau.

O estatuto de observador foi criado em 1998 no decorrer da segunda Conferência de Chefes de Estado e de Governo. Em 2005, no Conselho de Ministros da CPLP, foram estabelecidas as categorias de observador associado e de observador consultivo.

Fonte colaborativa: Ponto Final
Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

A 15º Edição da FLIP – Festa Literária Internacional de Paraty

flip-logoComeçou nesta terça-feira (26) e vai até o dia 30 de julho a 15ª edição da Festa Literária Internacional de Paraty (Flip), no Rio de Janeiro, o encontro literário mais famoso do país que anualmente reúne importantes autores brasileiros e internacionais.

Este ano, o evento terá como novidade a participação do Museu da Língua Portuguesa, que levará a cidade fluminense uma exposição, rodas de conversa, oficina literária e apresentações artísticas.

Uma instalação audiovisual, instalada no Salão Nobre da Casa da Cultura de Paraty, vai recriar a experiência-símbolo do Museu: a “Praça da Língua”, espécie de “planetário do idioma” que homenageia a língua escrita, falada e cantada, em um espetáculo de som e luz.

 “A língua portuguesa é um valioso patrimônio que une Brasil e Portugal. É hoje a língua mais falada no hemisfério sul e uma das mais faladas no mundo. Por isso, não hesitamos quando surgiu a oportunidade de nos tornarmos patrocinadores Máster da restauração do Museu da Língua Portuguesa. Agora, como patrocinadores da Flip, continuamos apostando na valorização do nosso idioma comum e nas suas manifestações criativas e culturais”, diz o diretor-presidente da EDP, Miguel Setas.

Batizada com um verso de Fernando Pessoa, “Que o mar unisse, já não separasse”, a mesa de abertura da exposição “Praça da Língua” será realizada na sexta-feira (28), às 11h, e contará com convidados como o editor e livreiro português José Pinho, que transformou a cidade portuguesa de Óbidos em vila literária.

“Será a festa da língua portuguesa. Celebrar esse idioma falado em nove países e por mais de 260 milhões de pessoas em um dos maiores eventos literários do país, com atividades que vão desde um dos recortes mais expressivos do Museu – a Praça da Língua – até expressões das culturas indígenas e caiçaras, demonstra o quanto nossa língua é vibrante, intensa e presente nas mais diversas manifestações culturais”, afirma José Luiz Penna, secretário da Cultura do Estado de São Paulo.

O homenageado da Flip 2017 é Lima Barreto (1881-1922), conhecido por obras como “Triste fim de Policarpo Quaresma”.

Na visão da curadora do evento, Joselia Aguiar,  o tributo a Lima Barreto também não pode ser considerado uma resposta à ausência de autores negros no ano passado.

Ela revela que trazer a obra do escritor e jornalista como personagem principal já era um desejo da Flip desde 2014 quando uma campanha na internet para que Lima fosse o homenageado já naquele ano. “A questão racial aparece, mas o Lima é debatido e apresentado em toda sua pluralidade como autor”, afirma Joselia.

Na sessão de abertura, às 19h15 desta quarta, o ator e escritor Lázaro Ramos dará voz ao autor em apresentação criada por Lilia Schwarcz, autora da recém-lançada biografia “Lima Barreto: Triste visionário” (Companhia das Letras). A direção de cena será de Felipe Hirsch.

mulheres negrasA 15ª edição da Festa Literária de Paraty (Flip) trará, além das tradicionais mesas de debate, uma novidade: o lançamento de uma obra, que no caso é o catálogo Intelectuais Negras Visíveis. O livro revela a produção de 120 mulheres negras em 12 diferentes campos de atuação que vão muito além da literatura ou da produção acadêmica. O catálogo será disponibilizado apenas nas plataformas online e foi desenvolvido pelo grupo de estudos Intelectuais Negras UFRJ e organizado pela professora Giovana Xavier. O lançamento acontecerá no dia 29 de julho na Casa Amado e Saramago.

 

 

Fonte Colaborativa: Governo de São Paulo – El País – Site da FLIP

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Academia Galega da Língua Portuguesa ganha estatuto de membro observador da CPLP

academiaO Conselho de Ministros da Comunidade de Países de Língua Portuguesa, na sua XXII reunião ordinária, realizada em Brasília no dia 20 de julho de 2017, decidiu conceder a categoria de Observador Consultivo à Fundação Academia Galega da Língua Portuguesa.

A decisão ora adotada é duplamente significativa, por ser a primeira entidade da sociedade civil galega a participar oficialmente neste organismo, o que poderá vir a reforçar as posições pró lusófonas na Galiza, e por tratar-se de uma Academia que defende a unidade da língua portuguesa, de que o galego faz parte.

O presidente da Academia, professor Rudesindo Soutelo, salientou a importância deste reconhecimento, que faz extensivo a todos os cidadãos galegos, instituições académicas e entidades culturais que partilham a visão do português como norma internacional válida para a Galiza, e manifestou o seu agradecimento ao governo da República de Angola, que patrocinou a candidatura da Academia com o apoio explícito de outros países membros, como já o tinha feito na Cimeira de Luanda, em 22 de julho de 2011, bem como à Fundação Doutor António Agostinho Neto, pelo seu inestimável apoio ao longo destes anos.

A Academia Galega da Língua Portuguesa foi criada formalmente em 20 de setembro de 2008 em Santiago de Compostela. Realizou a sua sessão inaugural em 6 de outubro do mesmo ano, com a presença de representantes da Academia das Ciências de Lisboa, Academia Brasileira de Letras, Governo Autónomo da Galiza e diversas personalidades lusófonas. Formada por 32 académicos numerários, mantém atualmente um relacionamento estável com mais de 30 instituições de Angola, Argentina, Brasil, Canadá, Goa (Índia), Macau (China) e Portugal.

Neste breve espaço de tempo integrou o Léxico da Galiza no Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa da Porto Editora e no Vocabulário Priberam, através do programa informático FLiP.

Publicou 8 números do seu Boletim, iniciou uma Coleção Clássicos da Galiza, realizou uma série de Seminários de Lexicologia, publicou o Vocabulário Ortográfico da Galiza, com 150,000 entradas, organizou diversos encontros internacionais em Santiago de Compostela, e colaborou em diversas Conferências da Comissão de Promoção e Difusão da Língua Portuguesa, dos Observadores Consultivos da CPLP. Tem, como dicionário de referência, o Dicionário Estraviz, atualizado conforme ao Acordo Ortográfico de 1990, e acessível gratuitamente na internet.

A Academia Galega da Língua Portuguesa é uma Fundação registada no Ministério da Cultura da Espanha em 1 de março de 2011 com o número 980, sendo de âmbito estatal. Entre as suas funções estatutárias encontra-se a defesa da unidade da língua portuguesa, e o assessoramento a instituições públicas e governos em matéria de relações internacionais com os países de língua portuguesa. Tem a sua sede na Casa da Língua Comum, em Santiago de Compostela. Contacto: secretaria@academiagalega.org

Fonte: Academia Galega

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

22ª Reunião do Conselho de Ministros: aprovado plano de ação do IILP para os próximos 3 anos

download (1)Governantes dos nove Estados-membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) reuniram-se na última quinta-feira (20), em Brasília,  durante a  22ª reunião ordinária dos ministros da CPLP com o tema a “Agenda 2030: Avanços e Desafios”

Sob a presidência pro tempore brasileira, a reunião foi aberta pelo presidente brasileiro Michel Temer, que destacou que o destino do grupo “é crescer cada vez mais e firmemente, apoiado nos pilares da concertação político-diplomática, da cooperação, da promoção do nosso idioma e das nossas relações”.

Entre os documentos aprovados na quinta-feira, destaca-se  a aprovação do plano de ação para os próximos três anos que passa pelo aprofundamento do trabalho do Instituto Internacional de Língua Portuguesa:

Os Ministros aprovaram, mediante proposta do Comité de Concertação Permanente, por recomendação do Conselho Científico do Instituto Internacional da Língua Portuguesa (IILP), que o próximo Diretor Executivo do IILP tomará posse a 1 de janeiro de 2019, de modo a que o seu mandato e o dos Diretores subsequentes se ajustem ao mandato de Secretário Executivo da CPLP.

Aprovaram, ainda, que o mandato da atual Diretora Executiva seja estendido até 31 de dezembro de 2018.

Expressaram sua expectativa de que o IILP possa consolidar-se no âmbito da CPLP, como o principal fórum de planejamento de ações e de identificação e articulação das instituições encarregadas da realização de projetos de difusão e promoção da língua portuguesa.

Ainda, tomaram nota das seguintes propostas da presidência pro tempore brasileira referentes a atividades do IILP:

Coordenar o desenvolvimento de um dicionário das diferentes variantes da língua portuguesa e de gramática comparativa da língua portuguesa, a partir do trabalho desenvolvido no Vocabulário Ortográfico Comum;

Incorporar no projeto “Portal do Professor Português Língua Estrangeira” material digital referente à difusão da língua portuguesa junto às diásporas;

Sugerir o desenvolvimento de ações conjuntas dos Estados-Membros no sentido de promover a Língua Portuguesa entre os estrangeiros e entre as diásporas, a partir da avaliação dos Planos de Ação resultantes das Conferências sobre o Futuro da Língua Portuguesa no Sistema Mundial.

Cumprimentaram o IILP pelo início do projeto de Terminologias Científicas e Técnicas Comuns da Língua Portuguesa (TCTC), iniciativa fundamental para o reforço da Língua Portuguesa na área da Ciência e Inovação.

Indicaram sua expectativa de que a primeira fase do projeto seja finalizada em 2018.

Expressaram a sua expectativa de que a discussão iniciada pelo Conselho Científico do IILP, sobre os sistemas de certificação de português para estrangeiros, possa avançar no sentido do reconhecimento recíproco entre os certificados de proficiência existentes nos Estados-Membros.

Leia na íntegra o Comunicado Final da 22ªReunião e outros documentos aprovados.

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Vamos ajudar?

refugiadosA Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Brasil,  busca professores voluntários para o “Curso de Ensino de Língua Portuguesa para Falantes de Árabe”. O enfoque do projeto é a população de refugiados sírios residentes na Grande Florianópolis e visa favorecer o processo de inclusão social e acadêmica destas pessoas. Não é preciso saber árabe ou ter graduação em Letras para atuar como pessoa voluntária. Saiba mais, clique aqui

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Instituto oferece bolsas de licenciatura para candidatos guineenses em Portugal

Instituto CamõesO Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, I.P. disponibiliza três bolsas para estudos de licenciatura em Portugal.  Saiba mais , clique aqui

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Edição impressa russo-portuguesa contará com 32 autores brasileiros

univ_hertzen_spSÃO PETERSBURGO – Os professores-tradutores do Centro Lusófono Camões, da Universidade Estatal Pedagógica Hertzen, de São Petersburgo, já traduziram contos de 32 autores brasileiros contemporâneos que vão figurar em edição impressa russo-portuguesa a ser publicada pela instituição com o apoio da Embaixada do Brasil em Moscou.+

Segundo o diretor do Centro Lusófono Camões, professor Vadim Kopyl, responsável pela publicação, a edição será dedicada à memória de Dário Moreira de Castro Alves (1927-2010), ex-embaixador do Brasil em Portugal (1979-1983), e do padre Joaquim António de Aguiar (1914-2004), fundador e diretor do Colégio Universitário Pio XII, de Lisboa, e presidente da Academia Internacional da Cultura Portuguesa, considerado co-fundador da instituição.

    Em 2006, com o apoio da Embaixada do Brasil em Moscou, o Centro Lusófono Camões publicou o livro Contos e, em 2007, Contos Escolhidos, ambos de Machado de Assis (1839-1908), em edição russo-portuguesa, com prefácios de Adelto Gonçalves, doutor em Letras pela Universidade de São Paulo (USP) e autor das biografias Gonzaga, um Poeta do Iluminismo (Rio de Janeiro, Nova Fronteira, 1999) e Bocage: o Perfil Perdido (Lisboa, Editorial Caminho, 2003).

Desde a sua fundação em 1999, o Centro publicou também em edições bilíngues os livros Guia de Conversação Russo-Portuguesa ContemporâneaPoesia Portuguesa Contemporânea (2004), que reúne poemas de 26 poetas portugueses, e Vou-me embora de mim (2007), do poeta português Joaquim Pessoa. Em 2013, a Embaixada do Brasil em Moscou apoiou a publicação da segunda edição revista do livro Contos Escolhidos, de Machado de Assis.

O Centro Lusófono Camões, que hoje abriga 18 estudantes russos que estudam a Língua Portuguesa, mantém uma biblioteca com mais de dois mil livros editados no Brasil e em Portugal. As instituições e autores do mundo lusófono que quiserem enriquecer o acervo do Centro devem enviar os seus livros para:

Prof. Vadim Kopyl

CENTRO LUSÓFONO CAMÕES

Moica 48 – UNIVERSIDADE ESTATAL PEDAGÓGICA HERTZEN k. 14

São Petersburgo – Rússia

Fonte: Pravda

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Parabéns CPLP!

A Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) é, há vinte e um anos, o “foro multilateral privilegiado para o aprofundamento da amizade mútua e da cooperação” entre os seus Estados membros.

A 17 de Julho de 1996, na Declaração Constitutiva, os Chefes de Estado e de Governo estavam “conscientes da oportunidade histórica” que a cimeira fundadora oferecia “para responder às aspirações e aos apelos provenientes dos povos”.

Fonte: CPLP

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário