Anunciamos que este blogue é um repositório de informações sobre a língua portuguesa, e que os conteúdos não são todos da responsabilidade do IILP.

Aside | Publicado em por

PROGRAMA GULBENKIAN EM ESTUDOS PORTUGUESES NA UNIVERSIDADE DE BERKELEY

aulp30anosAté dia 31 de janeiro, estão abertas as candidaturas ao Programa Gulbenkian em Estudos Portugueses na Universidade de Berkeley, Califórnia. Saiba mais, clique aqui

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Português vai ser introduzido no ensino secundário no Zimbabué

300px-lyceens_katiO novo currículo escolar pretende preparar os jovens para a vida e o trabalho num ambiente globalizado, noticiou o jornal The Chronicle.

A novidade foi bem recebida pelos professores do Zimbabué, que consideram que a introdução de línguas estrangeiras vai reforçar as capacidades dos estudantes.

“Temos países vizinhos, como Moçambique, que usam o português como língua oficial de comércio. Queremos que os nossos alunos possam usar estas línguas para que tenham sucesso na procura de oportunidades internacionais”, disse o responsável da Associação de Professores do Zimbabué, Sifiso Ndlovu.

“Uma vez que também estamos a promover o ubuntu, esperamos que este currículo ensine os nossos estudantes a também falarem outras línguas indígenas, para que apreciem outras culturas que celebramos” no país, referiu.

O responsável advertiu que o Governo deve apostar na formação dos professores com as competências para implementar as novas diretivas do currículo.

Atualmente, o Zimbabué tem três línguas oficiais: Shona, Ndebele e Inglês, que é o idioma de trabalho, além de outras 13 línguas faladas por grupos étnicos minoritários.

Fonte: Sapo 

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Placas de ruas da Irlanda do Norte vão ser escritas em português

images-1As ruas das zonas irlandesas de Tyrone e Derry vão passar a ser escritas também em português, além do inglês, segundo noticiou esta quarta-feira (18) a edição online do jornal irlandês “Irish News”.

O órgão de comunicação irlandês cita as autoridades do Mid Ulster e ilustra mesmo o artigo com uma placa bilingue, em inglês e português, referente a um beco.

A proposta está agora a ser debatida e está associada a preferências manifestadas por moradores locais e das zonas em causa que pretendam ver a sua língua de origem a surgir nas placas para identificação das artérias, salienta o “Irish News”.

O principal exemplo de uma placa bilingue é com a língua portuguesa, mas o órgão de comunicação destaca que também poderão surgir em irlandês, lituano ou polaco, consoante a vontade expressa pelos moradores, embora tendo sempre associada a designação em inglês.

O distrito de Mid Ulster é a zona da Irlanda do Norte com maior número de população imigrante e a opção das autoridades locais está associada a esta realidade demográfica.

Fonte: JN

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

OS NOVOS ACADÉMICOS CORRESPONDENTES da AGLP

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Candidaturas abertas para a 10.ª edição do Prémio CES para Jovens Cientistas Sociais de Língua Portuguesa

10edicaopremiocesCriado em 1999 pelo Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, o Prémio CES é destinado a jovens investigadores (até 35 anos) de qualquer um dos Países de Língua Portuguesa e visa galardoar trabalhos de elevada qualidade no domínio das ciências sociais e das humanidades. Um dos objetivos principais é o de promover o reconhecimento de estudos que contribuam, pelo seu excecional mérito, para o desenvolvimento das comunidades científicas de língua portuguesa.

Os interessados deverão enviar a sua candidatura para o Centro de Estudos Sociais até ao dia 22 de março de 2017

No valor de 5 mil euros, a 10.ª edição é financiada pela Fundação Calouste Gulbenkian. Saiba mais, clique aqui

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Curso de Português para Estrangeiros em São Tome e Princípe

rede-brasilEstão abertas as inscrições para novas turmas de Língua Portuguesa para Estrangeiros no Centro Cultural Brasil-São Tomé e Príncipe.

O curso tem como objetivo desenvolver as habilidades de compreensão e de expressão oral e escrita do aluno estrangeiro residente em São Tomé, nas normas culta e coloquial brasileiras. Mais informações, clique aqui

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Lançada a obra Brasileirinho: Português para Crianças e Pré-adolescentes.

unnamed-4A EPU/Grupo GEN, editora especializada na publicação de livros de ensino de português para estrangeiros, cujos livros são adotados em mais de 30 países, lançou recentemente a obra Brasileirinho: Português para Crianças e Pré-adolescentes. Para saber mais, clique aqui

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Sacramental – O livro mais antigo da língua portuguesa tem 528 anos

livro-sacramental
Ao contrário do que se possa pensar não foi impresso em Lisboa mas em Chaves. Chama-se Sacramental e é o livro impresso mais antigo da língua portuguesa.
Clemente Sánchez de Vercial foi um clérigo leonês que viveu entre o século XIV e o XV e que escreveu várias obras religiosas e moralizantes. A primeira impressão portuguesa terá ocorrido em Chaves em 1488. O seu Sacramental foi um dos livros mais lidos durante o século XV, tendo sido proibido pela Inquisição no século XVI e consequentemente queimado.
Teve várias edições impressas em língua castelhana e portuguesa.
A primeira impressão portuguesa terá ocorrido em Chaves em 1488, mas não existem provas concretas que suportem esta tese. O incunábulo do Sacramental impresso em Chaves é considerado por alguns «o primeiro livro em língua portuguesa impresso em Portugal».
Segundo Vindel, teria sido o primeiro livro impresso em Espanha; cerca de 1470 em Sevilha. Foi traduzido para o catalão – Lo sagramental – em Lérida, 1495.
Conhecem-­se treze edições em castelhano, uma em catalão e quatro em português. Das edições em português, duas foram impressas no século XV (Chaves, 1488 (?); e Braga (?), ca. 1494 – ­1500 e duas no século XVI (Lisboa, 1502; e Braga, 1539).
O Sacramental é um depositário da forma como deve viver o homem medieval, tratando a alimentação, as relações familiares, as relações sociais, a relação com Deus, o trabalho, o descanso, a saúde, a doença e a sexualidade, o que faz dele um documento indispensável para o estudo da sociedade medieval portuguesa.

Fonte: Blog Portugal Misterioso

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

E-book reúne 152 textos de alunos das redes públicas premiados na 5ª Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro

olpOs 152 textos produzidos pelos estudantes e finalistas da 5ª edição da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro, um projeto realizado no Brasil pelo  Ministério da Educação (MEC), em parceria com o Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec) e a Fundação Itaú Social., foram reunidos em um e-book, disponibilizado no site http://www.escrevendoofuturo.com.br.

Estudantes do 5º ano do Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio escreveram sobre “O lugar onde vivo” em forma de Poemas, Crônicas, Memórias Literárias e Artigos de Opinião.

“A Olimpíada da Língua Portuguesa muito mais que descobrir talentos, ela tem como objetivo a formação dos professores e a melhoria da qualidade do ensino, da leitura e da escrita para que os alunos possam aprender a produzir textos com mais proficiência”, explicou Anna Helena, superintendente do Centro Estudos e Pesquisas em Educação Cultura e Ação Comunitária (Cenpec), Anna Helena Altenfelder.

Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Guiné Equatorial e Portugal vão renovar protocolo para formação de funcionários em Língua Portuguesa

GuinéA Guiné Equatorial e Portugal vão renovar o protocolo para formação de funcionários em língua portuguesa, que passará a abranger médicos, professores e jornalistas, além de diplomatas, vigorando até 2020, adiantou à Lusa o embaixador equato-guineense em Lisboa.

O protocolo entre o Governo e o Camões — Instituto da Cooperação e da Língua, assinado a 20 de janeiro de 2014, será agora renovado para os próximos três anos, segundo Tito Mba Ada.

Nos últimos três anos, cerca de 30 funcionários do Governo equato-guineense, essencialmente diplomatas, receberam formação de português em Portugal, mas o embaixador afirma que o objetivo, agora, é intensificar o ritmo e diversificar o público-alvo.

Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário