Anunciamos que este blogue é um repositório de informações sobre a língua portuguesa, e que os conteúdos não são todos da responsabilidade do IILP.

Nota | Publicado em por

V CURSO DE CAPACITAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DE MATERIAIS PARA O ENSINO DE PORTUGUÊS-PLE TERMINA EM MAPUTO

Terminou ao fim da tarde da passada sexta-feira (27) o v Curso de Capacitação para Elaboração de Materiais: Ensino do Português Língua Estrangeira/Língua Não Materna que decorreu nas instalações da Faculdade de Ciências da Linguagem, Comunicação e Artes da Universidade Pedagógica (Moçambique).

Ao longo da formação foram realizadas sessões teóricas sobre princípios contemporâneos de ensino e produção de materiais para ensino de PLE, bem como, sessões de elaboração de materiais, propriamente dito. Como resultados imediatos desta formação pode-se referir a constituição de uma equipa moçambicana, capacitada para a produção de materiais a serem integrados no Portal do Professor de Português (PPPLE); a produção de cerca de  trinta e cinco unidades didáticas (equivalente a 70horas de aula), localmente elaboradas, que em breve serão integradas no Portal, aumentando, significativamente, o número de unidades disponíveis até o momento por Moçambique; a capacidade dos professores formados integrarem outros elementos, alargando, assim, o número de elaboradores de unidades, a envolverem-se futuramente nesta atividade.

Importa salientar que tanto por parte das formadoras, como por parte dos cursantes, a avaliação do Curso foi muito positiva, na medida em que, acima de tudo, vai permitir  uma maior representatividade de Moçambique no conjunto de unidades totais disponíveis no Portal;  a aplicação dos conhecimentos adquiridos noutras atividades realizadas pelos cursantes, como, por exemplo, a produção de Manuais Escolares, para o sistema de ensino formal moçambicana; uma mudança de paradigma na concessão de recursos didáticos e no ensino de língua; que os professores de PLE passem de consumidores de materiais de ensino produzidos noutros contextos, para produtores dos seus próprios materiais, local e culturalmente localizados.  As opiniões dos vários intervenientes poderão ser ouvidas  aqui 

O conjunto de cursantes deixou ao IILP o apelo para que esta formação se repita, mas com um enfoque para materiais destinados a crianças das classes iniciais, em que o lúdico deverá ser um aspeto privilegiado.

Alguns registros fotográficos do curso:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Publicado em Uncategorized | Deixe o seu comentário

Uma homenagem ao Dia Internacional da Mulher

O evento denominado “Uma rosa para ti, Mulher!” foi a forma simbólica escolhida pelo IILP para homenagear a Mulher neste mês que se comemorou o Dia Internacional da Mulher e se celebrará o Dia da Mulher Cabo-verdiana (27 de março).
Neste evento, que realizou-se no auditório da Casa Cor-de-Rosa, o Instituto elegeu como prioridade refletir sobre o papel da Mulher em vários setores sociais, com a finalidade de se oferecer ao público algumas reflexões sobre o percurso e o sucesso da Mulher nesses setores.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Publicado em Uncategorized | Deixe o seu comentário

Governo timorense terá “diretrizes” da implementação das línguas oficiais até abril

crianças timor

O Ministério da Educação timorense espera ter concluído até meados de abril a regulamentação de implementação das línguas oficiais de ensino, no âmbito de dois decretos-leis para o pré-escolar e 1º ciclo, ainda alvo de contestação parlamentar.

Em causa estão dois polémicos decretos, alvo de amplo debate na sociedade timorense e contestados numa Apreciação Parlamentar – que continuará a ser debatida na segunda-feira – sobre os currículos da educação pré-escolar e do primeiro ciclo.

Um dos aspetos mais polémicos dos decretos diz respeito ao uso das línguas maternas como componente curricular, num modelo que introduz o tétum e o português, as duas línguas oficiais, de forma progressiva.

Fonte: Lusa

 

Publicado em Uncategorized | Deixe o seu comentário

– UP E IILP ASSINAM ACORDO PARA DIFUNDIR A LÍNGUA PORTUGUESA

 

unnamedA Universidade Pedagógica de Moçambique e o Instituto Internacional da Língua Portuguesa (IILP) assinaram na tarde de ontem(26) em Maputo, um protocolo que visa difundir a internacionalização da língua portuguesa, baseando-se na diversidade cultural dos falantes.

O protocolo, que foi rubricado pelo reitor da UP, Rogério Uthui, e a diretora executiva do IILP, Marisa Mendonça, tem como principal objetivo tornar o português uma língua dialetizada, ou seja, cada país falante poderá incluir no léxico padrão, alguns termos locais, como forma de firmar o casamento entre a língua e a cultura.

Uthui disse durante o encontro, que com a assinatura do protocolo, as duas instituições irão desenvolver parcerias para a implementação científica, tecnológica e cultural do novo modelo de linguagem que, atualmente, aguarda a legalização pela Assembleia da República (AR), o parlamento moçambicano.

‟Tendo em conta que a nossa instituição tem cerca de 60 por cento dos seus estudantes a se formarem para abraçar a carreira de professor, acreditamos que estamos capacitados em termos de recursos humanos para continuar com o estudo ligado as formas de difusão da língua portuguesa”, afirmou Uthui.

unnamed (3)Por seu turno, a diretora do IILP, manifestou a sua satisfação com a efetivação do acordo, reconhecendo o papel da UP na transmissão do conhecimento científico.

A UP é uma instituição de cobertura nacional, em Moçambique, e tem recursos humanos capacitados para realizar, com o IILP, uma série de ações a serem planificadas, conjuntamente. Estamos a trabalhar na formação de recursos humanos na UP e com a UP para o exercício de diversificação da língua, como forma de trazer não só a versão de Portugal e do Brasil, mas também de todos os membros da CPLP e novos países integrantes’’, disse Mendonça.

Importa referir que a UP oferece, por exemplo, dois Mestrados inovadores em África, em Tradução e Interpretação de Conferência, que constituem oportunidades de formação de especialistas nessas áreas, que garantem, ainda que parcialmente, a tradução e interpretação de conferência de e para a Língua Portuguesa.

‘’Caso se aprove o projeto submetido a AR, Moçambique poderá oficializar no seu léxico, palavras faladas a nível local, o que deverá acontecer com todos os integrantes da CPLP.

Fonte colaborativa: Sapo

Publicado em Uncategorized | Etiquetas | Deixe o seu comentário

V CURSO DE CAPACITAÇÃO PARA A ELABORAÇÃO DE MATERIAIS: ENSINO DE PORTUGUÊS LÍNGUA ESTRANGEIRA/ LÍNGUA NÃO MATERNA PROSSEGUE EM MAPUTO

Logo PPPLE

Está a ser realizado, em Maputo,  mais uma edição do Curso de Capacitação para Elaboração de Materiais: Ensino do Português Língua Estrangeira/Língua Não Materna, que está a possibilitar aos cursantes uma atualização de conhecimentos em matérias de produção de  recursos didáticos para o ensino da LP, na perspetiva de língua não materna.

Em breves relatos recolhidos ao longo das sessões, os participantes partilharam as suas impressões sobre o evento, o qual irá contribuir para se adicionar ao  Portal do Professor de Português Língua Estrangeira/LNM (PPPLE)  novas unidades didáticas para o ensino de português.

 A Diretora Executiva do IILP fala sobre a importância da elaboração dessas unidades didáticas, as quais refletem a realidade linguística e cultural moçambicana,  a serem enquadradas no PPPLE.   Ouça aqui.

 A Presidente da SIPLE, Edleise Mendes fala da satisfação de estar a ministrar o curso de capacitação, num contexto até então desconhecido (em Moçambique, África). Ouça aqui

Uma das formadoras do Curso e vice-presidente da SIPLE, a professora Viviane Furtoso expõe sua impressão sobre mais essa edição do curso de formação. Ouça aqui

 A Diretora-adjunta Pedagógica e Docente da Faculdade de Ciências da Linguagem, Comunicação e Artes da Universidade Pedagógica sublinha a grande valia que este curso representa,  para os projetos vindouros, a serem abraçados pela Faculdade. Ouça aqui

A Professora de Português do Centro Cultural Brasil- Moçambique traz-nos um pequeno relato  sobre a importância do curso  e do PPPLE . Ouça aqui 

Uma das técnicas da Associação Progresso, uma organização não governamental, situada em Moçambique, apresenta a sua expectativa com relação ao curso de formação e como essa experiência contribuirá para a produção de materiais didáticos. Ouça aqui

Ana Monteiro, coordenadora- leitora do Instituto Camões na UM, em sua segunda participação no curso de PPPLE avalia de forma positiva mais essa edição. Ouça aqui

O PPPLE tem como público-alvo direto os professores de língua portuguesa na perspetiva de língua não materna, residentes em qualquer lugar do mundo  e que poderão, através da plataforma aceder a materiais e recursos didáticos produzidos a partir dos países membros da CPLP. O acesso à plataforma é gratuito e os recursos existentes podem ser baixados, para servirem de base de trabalho dos professores, em momentos em que não tenham acesso à internet.

Logo layout PPPLEPara aceder ao PPPLE, clique aqui.

 

 

 

Publicado em Uncategorized | Deixe o seu comentário

IILP comemora o mês da Mulher

Cartaz Dia da Mulher 2

Imagem | Publicado em por | Deixe o seu comentário

V CURSO DE CAPACITAÇÃO PARA A ELABORAÇÃO DE MATERIAIS: ENSINO DE PORTUGUÊS LÍNGUA ESTRANGEIRA/ LÍNGUA NÃO MATERNA

Este slideshow necessita de JavaScript.

O Instituto Internacional da Língua Portuguesa (IILP), em colaboração com a Sociedade Internacional de Português Língua Estrangeira (SIPLE), a Faculdade de Ciências da Linguagem, Comunicação e Artes (FCLCA) da Universidade Pedagógica (UP) de Moçambique, iniciou hoje a formação prevista, que decorre nas instalações da referida Faculdade, em Maputo. A realização desta formação foi possível com o apoio do Camões IP e da Comissão Nacional de Moçambique do IILP.

O referido Curso é orientado pelas especialistas da SIPLE,  Edleise Mendes e Viviane Furtoso, que contam com o apoio de Marisa Mendonça, em representação do IILP.

A cerimónia de abertura contou com a participação da Direção da FCLCA, do Presidente do Fundo Bibliográfico de Língua Portuguesa (FBLP), da Conselheira Cultural da Embaixada de Portugal, da Representante da Associação Progresso.

O grupo de cursantes é heterogéneo, no que respeita à proveniência (país, província), à experiência profissional. Integram este grupo de cursantes: professores das várias delegações da UP, incluindo os Leitores do Camões IP; técnicos que realizam atividades de produção de materiais na Associação Progresso; Leitora do Camões IP da Rede de Ensino de Português na África Austral.

No seu discurso inicial, os representantes das várias instituições envolvidas referiram, de forma reiterada, a pertinência da realização deste Curso, possibilitando aos cursantes uma atualização de conhecimentos para a elaboração de recursos didáticos para o ensino da LP, na perspetiva de língua não materna.

O Curso estende-se até ao dia 27 de março, e os cursantes receberão um Certificado, no final do mesmo.

Publicado em Uncategorized | Deixe o seu comentário
Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 295 outros seguidores

%d bloggers like this: