PORTUGAL VAI DIGITALIZAR OBRAS LITERÁRIAS DOS GABINETES PORTUGUESES DE LEITURA NO BRASIL

Portugal vai digitalizar obras literárias dos Gabinetes Portugueses de Leitura no Brasil

O secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro, assinou no Rio de Janeiro, um protocolo que visa a digitalização e valorização do acervo literário de três Gabinetes Portugueses de Leitura fundados no Brasil.
O protocolo celebrado entre o Ministério dos Negócios Estrangeiros e o Ministério da Cultura irá incidir sobre o espólio literário dos gabinetes de leitura das cidades de Belém do Pará, Recife (Pernambuco) e Salvador da Baía.
“(Vamos) realizar o levantamento das obras que temos hoje nos gabinetes de leitura de Belém do Pará, de Salvador da Bahia e também de Recife. Temos, no conjunto destes três gabinetes de leitura, um espólio literário com mais de 140 mil volumes. Entre este acervo bibliográfico estão originais, em alguns casos manuscritos, de muitos dos mais importantes escritores portugueses”, afirmou José Luís Carneiro à agência Lusa.

Gabinete Português de Leitura do RecifeNestes três gabinetes portugueses de leitura encontram-se obras como um manuscrito de um capítulo do livro ‘A Cidade e as Serras’ de Eça de Queiroz, o manuscrito da única edição do livro ‘Urtigas’ do escritor pernambucano Joaquim Maria Carneiro Vilela, autor de ‘A emparedada da Rua Nova”’, assim como uma das coleções mais completas do mundo das obras de Camilo Castelo Branco, que inclui a primeira edição da obra ‘Amor de Perdição’.
“Trata-se de um espólio de valor incomensurável que, por esta via, vai ser objeto de um tratamento por parte de técnicos altamente qualificados, que irão identificar as obras que não temos em Portugal, para efeitos de catalogação, de classificação e de posterior digitalização”, assegurou o secretário de Estado.
Durante a sua visita de três dias ao Brasil, onde passou por São Paulo e Rio de Janeiro, José Luís Carneiro realizou sessões públicas com o intuito esclarecer os cidadãos portugueses residentes no estrangeiro acerca das alterações às leis eleitorais, aprovadas em julho de 2018, pela Assembleia da República.
Um dos portugueses a viver no Rio de Janeiro que esteve presente na sessão de esclarecimentos prestada pelo secretário de Estado foi Eduardo Neves Moreira, ex-deputado do PSD na Assembleia da República, entre 2002 e 2005.

À Lusa, o português afirmou que a visita de José Luís Carneiro deu-se num momento muito oportuno devido à aproximação de períodos eleitorais, e considerou fundamental uma comunicação mais ampla por parte do executivo de Portugal.

“Tendo em vista que agora a participação eleitoral de portugueses no estrangeiro tende a ser sensivelmente maior, com condições para triplicar ou quadruplicar, é necessário que haja uma divulgação junto à imprensa dos países de destino, como Brasil, na França, entre outros, do próprio Estado português convocando os portugueses para participarem nas eleições, quando estiver a decorrer o período pré-eleitoral”, apelou Eduardo Neves Moreira.


Fonte: Mundo Português

Sobre O IILP

Objetivos fundamentais: a promoção, a defesa, o enriquecimento e a difusão da língua portuguesa como veículo de cultura, educação, informação e acesso ao conhecimento científico, tecnológico e de utilização oficial em fóruns internacionais
Esta entrada foi publicada em Notícia. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s