INSTITUTO CAMÕES E COLÉGIOS DE GOA ASSINARAM PROTOCOLOS DE COOPERAÇÃO

Estes novos protocolos visam apoiar a contratação de docentes locais de língua e cultura portuguesas, de modo a implementar um conjunto de iniciativas, como a oferta de cursos livres de Português, instituto Camões e duas instituições de ensino superior em Goa assinaram protocolos de cooperação que visam apoiar a contratação de docentes locais de língua e cultura portuguesas.

Os dois protocolos foram assinados na terça e quarta-feira, segundo uma informação no ‘site’ do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua.

O primeiro protocolo foi assinado com o Parvatibai Chowgule College of Arts and Science, em Margão, e o segundo com o St. Xavier´s College of Arts, Science and Commerce, em Mapuçá.

Os acordos foram firmados pelas diretoras dos colégios, Shaila Ghanti, do Colégio Chowgule, e Blanche Mascarenha, do Colégio São Xavier, e pelo cônsul-geral de Portugal em Goa, António Chrystêllo Tavares, em representação do presidente do Camões, João Ribeiro de Almeida, que se fez acompanhar por Delfim Correia da Silva, leitor daquele instituto na Universidade de Goa e responsável pelo Centro de Língua Portuguesa (CLP) em Pangim.

“A cooperação com estas instituições remonta a 2008, no caso do Colégio Chowgule em Margão, e a 2015, no caso do Colégio de St. Xavier, em Mapuçá”, lê-se na nota.

“Estes novos protocolos visam apoiar a contratação de docentes locais de língua e cultura portuguesas, de modo a implementar um conjunto de iniciativas, como a oferta de cursos livres de Português, coordenados pelo CLP em Pangim, a realização de atividades culturais, assim como impulsionar os Estudos Portugueses ao nível do B.A. (Bachelor of Arts), grau académico que corresponde ao primeiro ciclo de estudos superiores”, acrescenta-se.

O Colégio ​​​​​​​Chowgule, avaliado e acreditado pelo National Assessment and Accreditation Council com a classificação máxima de Grade A, foi criado em 1962, e em 2014 foi-lhe conferido pela U.G.C. (University Grants Commission) o estatuto de Colégio “Autónomo”, não dependendo desde então, em termos académicos, da Universidade de Goa.

Protocolo com universidade alemã

O instituto Camões e a Universidade Johannes Gutenberg de Mainz, na Alemanha, assinaram também um protocolo de cooperação que estabelece as condições para alargar a oferta dos estudos de língua portuguesa naquela instituição de ensino superior.

O protocolo, que vigorará por três anos, a partir do presente ano letivo, prevê apoio à contratação de docentes.

“Destacamos a importante valência introduzida pelo protocolo: a criação de cursos de formação de professores de língua portuguesa para o ensino secundário. A Universidade de Mainz passará a ser a única instituição de ensino superior alemão a ter essa oferta no país”, destacou, em comunicado, o Camões – Instituto da Cooperação e da Língua.

Na nota enviada à Lusa, o instituto salientou ainda que na Alemanha continua a oferta semestral de cursos de língua portuguesa a alunos de diversas áreas científicas, incluindo a da tradução, no polo da Universidade em Germersheim.

Isto para além da manutenção do programa “Português em Prática”, com o objetivo de constituir “grupos de trabalho interdisciplinares e interinstitucionais que desenhem estratégias para uma mais célere integração da disciplina de Português como Língua Estrangeira (PLE) nos ‘curricula’ das escolas secundárias alemãs”.

No ano letivo de 2021/2022 estão inscritos 1.854 alunos em cursos de Língua Portuguesa nas universidades alemãs apoiadas pelo Camões.

No comunicado enumera-se que são agora 15 as universidades – incluindo duas cátedras – com as quais o instituto tem instrumentos de cooperação na Alemanha: Aachen, Berlim (Humboldt e Freie), Chemnitz, Colónia, Göttingen, Hamburgo, Heidelberg, Konstanz, Leipzig, Mainz, Marburgo, Munique, Rostock e Saabrücken.

O protocolo foi assinado pelo embaixador de Portugal na Alemanha, Francisco Ribeiro de Menezes, que representou no ato o presidente do conselho diretivo do Camões, João Ribeiro de Almeida, e pelo presidente da Universidade Johannes Gutenberg de Mainz, Georg Krausch.

Fonte: Diário de Notícias

Sobre O IILP

Objetivos fundamentais: a promoção, a defesa, o enriquecimento e a difusão da língua portuguesa como veículo de cultura, educação, informação e acesso ao conhecimento científico, tecnológico e de utilização oficial em fóruns internacionais
Esta entrada foi publicada em Notícia. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s