CASA FERNANDO PESSOA EM LISBOA CELEBRA 28.º ANIVERSÁRIO

Programa de atividades começa sexta-feira com um ‘workshop’ sobre leitura de poesia.

Casa Fernando Pessoa em Lisboa celebra 28.º aniversário

A Casa Fernando Pessoa (CFP), em Lisboa, celebra a sua abertura ao público, em 1993, com um programa de atividades que começa sexta-feira com um ‘workshop’ sobre leitura de poesia.

O poeta viveu os últimos 15 anos da sua vida no 1.º piso direito deste edifício na Rua Coelho da Rocha, no bairro de Campo de Ourique.

A CFP, sob tutela da Câmara de Lisboa, apresenta uma exposição sobre a vida e obra do autor de “Mensagem” (1934), inclui uma biblioteca especializada em Pessoa e em poesia internacional com cerca de 1.230 volumes, incluindo a biblioteca que foi do poeta, para além de apresentar ainda alguns objetos seus, como uma cómoda onde Pessoa escreveu alguns poemas.

O programa que celebra a abertura da Casa ao público inicia-se na sexta-feira com uma oficina ‘online’ de dois dias sobre leitura de poesia em voz alta, intitulada “A poesia das coisas simples”, por Teresa Lima.

Na sexta-feira, a entrada na Casa é gratuita e tem horário alargado – entre as 10:00 e as 19:00.

Em comunicado, a CFP referiu que “estão agendadas várias visitas orientadas ao longo dia, por pessoas da equipa que não o fazem diariamente, como a diretora [Clara Riso], uma pessoa da produção, da comunicação ou da biblioteca e uma pessoa da mediação” que “têm perspetivas singulares sobre a exposição”. Algumas das visitas incluem interpretação em Língua Gestual Portuguesa e audiodescrição.

A partir das 19:00, ouve-se poesia “sobre casas, moradas, abrigos e sons destes lugares de intimidade e acolhimento”. As leituras ficam a cargo da atriz Ângela Pinto e são acompanhadas de sonoplastia ao vivo, por António-Pedro, uma sessão à qual assiste Manuela Nogueira, de 96 anos, sobrinha de Pessoa, que nasceu nesta casa.

Ainda na sexta-feira realiza-se uma oficina para escolas do 1.º ciclo do ensino básico, “A Grande Viagem do Pequeno Mi”, a partir do livro homónimo de Sandro William Junqueira e Rachel Caiano, que é uma oficina de dança, música, literatura e ilustração, criada por Madalena Victorino com cocriação e interpretação de Ana Raquel e Beatriz Marques Dias.

Fernando Pessoa nasceu em Lisboa no dia 13 de junho de 1888 e morreu na mesma cidade a 30 de novembro de 1935.

A CFP, desde a sua reabertura em finais de agosto de 2019, foi visitada por 8.000 pessoas, e recebeu este ano, o Prémio Melhor Museu Português, entregue pela Associação Portuguesa de Museologia.


Fonte: SAPO

Sobre O IILP

Objetivos fundamentais: a promoção, a defesa, o enriquecimento e a difusão da língua portuguesa como veículo de cultura, educação, informação e acesso ao conhecimento científico, tecnológico e de utilização oficial em fóruns internacionais
Esta entrada foi publicada em Notícia. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s