CORRENTES D’ESCRITAS E PORTO EDITORA ANUNCIAM PRÉMIO LITERÁRIO LUIS SEPÚLVEDA

Em homenagem ao escritor chileno que morreu de Covid-19 o festival literário da Póvoa de Varzim e a editora de Sepúlveda em Portugal anunciam prémio que distingue anualmente contos infantis

Foto: Joana Bourgard/RR

No dia em que se completa um ano sobre a morte do escritor chileno Luis Sepúlveda, o festival literário Correntes d’Escritas e a Porto Editora que publica os livros do autor em Portugal, anunciam o Prémio Literário Luis Sepúlveda.

Trata-se de uma renomeação do Prémio Conto Infantil Ilustrado Correntes d’Escritas criado em 2008 pela Porto Editora e pelo festival da Póvoa de Varzim que agora passa a levar o nome de Sepúlveda.

Em comunicado a editora e a organização do festival, o último em que Luis Sepúlveda participou em vida e ao qual estava ligado desde a sua génese, explica que se trata de um “reconhecimento pelo contributo ao estímulo à leitura junto dos mais novos” que o autor, vítima de Covid-19, sempre teve.

A proposta para alteração deste prémio partiu da Porto Editora e foi “imediatamente aceite pela organização do Correntes D’Escritas, onde Luis Sepúlveda era presença habitual e a quem foi dedicada a edição deste ano, realizada em fevereiro passado”, explicam em comunicado enviado às redações.

O autor de fábulas como a “História de uma Gaivota e do Gato que a Ensinou a Voar” é assim homenageado quer pelo seu legado literário, mas também pelo seu “enorme contributo para o estímulo, nos mais novos, do gosto pelo livro e pela leitura”. Muitas das obras de Sepúlveda estão recomendadas com o selo de qualidade do Plano Nacional de Leitura.

Ao longo das 12 edições anteriores, este prémio de conto infantil “mobilizou a participação de mais de 20 mil alunos, distinguindo centenas de crianças e dezenas de professores de todo o país”, explica a organização do prémio.

O Prémio Literário Luis Sepúlveda vai manter as caraterísticas do anterior prémio e “continuará a premiar, anualmente, contos infantis ilustrados inéditos, conto e ilustração, em língua portuguesa, realizados por alunos de todo o país – e de escolas portuguesas espalhadas pelo mundo – que frequentem o 4.º ano de escolaridade do 1.º Ciclo do Ensino Básico”.

A ideia agora, diz a organização conjunta deste prémio é privilegiar “textos que veiculem as principais ideias que sempre estiveram presentes na obra de Luis Sepúlveda: a defesa do ambiente, o respeito pelo outro, a amizade, a solidariedade social e a liberdade”.

As escolas que se queiram apresentar à XIII edição do Prémio Literário Luis Sepúlveda, poderão fazê-lo até 3 de janeiro de 2022. Os vencedores serão anunciados durante a próxima edição do Correntes D’Escritas, que acontecerá de 21 a 24 de fevereiro de 2022, na Póvoa de Varzim.


Fonte: Renascença

Sobre O IILP

Objetivos fundamentais: a promoção, a defesa, o enriquecimento e a difusão da língua portuguesa como veículo de cultura, educação, informação e acesso ao conhecimento científico, tecnológico e de utilização oficial em fóruns internacionais
Esta entrada foi publicada em Notícia. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s