O PRAZO PARA A 2.ª EDIÇÃO DO “PRÉMIO LITERÁRIO DA LUSOFONIA PROFESSOR ADRIANO MOREIRA” TERMINA NO DIA 31 DE MAIO.

Prémio Literário da Lusofonia Professor Adriano Moreira decorre até 31 de  maio - Diário Atual | Notícias Alto Tâmega

Este Prémio Literário, promovido pelo Conselho de Curadores da Biblioteca Adriano Moreira, associa o nome do Professor Adriano Moreira, pelo seu reconhecido mérito no meio científico, e tem como objetivo a promoção e a criatividade literárias, no âmbito da temática da Lusofonia, valorizando as relações culturais entre Instituições Culturais de Países de Língua Oficial Portuguesa. Este prémio contribuiu, ainda, para a divulgação e prestígio da obra de autores que cultivam a diversidade dos valores culturais e identitários dos Povos da Lusofonia.

Nesta edição, 2020-2021, este Prémio destina-se a distinguir trabalhos inéditos, originais, não publicados em formato papel e/ou em plataformas digitais, nem concorrentes a outro concurso, na modalidade de ficção – conto (50 a 100 páginas) ou romance (150 a 300 páginas), de acordo com o artigo 4.º do regulamento do concurso.

Podem concorrer os cidadãos de nacionalidades portuguesa, lusófona ou outra nacionalidade, maiores de idade, obedecendo às normas instituídas no respetivo regulamento.

O Prémio será atribuído sob a forma de um diploma e de um troféu, executados pelo escultor transmontano António Nobre, no âmbito do encontro LUSOCONF 2021 – III Encontro Internacional da Língua Portuguesa e Relações Lusófonas, no mês de outubro de 2021. O autor do trabalho premiado pode usar livremente, em edição do trabalho, a referência ao Prémio obtido ou poderá editar em colaboração com a Câmara Municipal de Bragança e a Academia de Letras de Trás-os-Montes, nos termos a acordar entre as partes.

Os trabalhos a concurso devem ser enviados até ao dia 31 de maio de 2021, assim como qualquer tipo de esclarecimento, para a Academia de Letras de Trás-os-Montes (de preferência pelo endereço eletrónico academiadeletrasosmontes@gmail.com), entidade dinamizadora do Prémio. O júri será constituído por cinco elementos: um indicado pela Academia de Letras de Trás-os-Montes, um pela Câmara Municipal de Bragança, um pelo Instituto Politécnico de Bragança, um indicado pela Diocese de Bragança-Miranda e um pela Comissão Executiva Permanente de Curadores da Biblioteca Adriano Moreira, elemento que presidirá ao júri.

Os critérios de avaliação dos trabalhos a concurso pautam-se pela qualidade temática desenvolvida, pelo domínio da língua portuguesa e correção linguística, pela coerência literária da modalidade escolhida e pelo contributo previsível em termos de divulgação pública de valores culturais e identitários dos Povos da Lusofonia.


Fonte: Diário atual

Sobre O IILP

Objetivos fundamentais: a promoção, a defesa, o enriquecimento e a difusão da língua portuguesa como veículo de cultura, educação, informação e acesso ao conhecimento científico, tecnológico e de utilização oficial em fóruns internacionais
Esta entrada foi publicada em Notícia. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s