PROMOVIDA NOVA FORMAÇÃO PARA PROFESSORES DE LÍNGUA PORTUGUESA

Promovida nova formação para professores de Língua Portuguesa

A Embaixada de Portugal em Caracas e o Instituto Camões, através da sua Coordenação do Ensino da Língua Portuguesa no Exterior (CEPE), promovem a nova formação de Professores de Língua Portuguesa na Venezuela.

À semelhança dos encontros anteriores, dadas as condições decorrentes da pandemia de Covid-19, a conferência será realizada em formato digital, e estará aberta à participação não só de professores da Venezuela, mas também de Portugal, Timor Leste e países da América Latina como o México, Costa Rica ou Colômbia. Iniciativa gratuitaA iniciativa, totalmente gratuita, está agendada para os dias 24, 25 e 26 de fevereiro, tendo os professores a oportunidade de realizarem as inscrições até 23 de fevereiro através do email: cepevenezuela@gmail.com.

 As sessões de trabalho, orientadas para a fonética e fonologia do Português Europeu, decorrerão entre as 9h30 e as 12h00, 13h30 e 16h em Portugal, durante três dias consecutivos.O responsável pelas palestras será João Veloso, professor da Universidade do Porto, uma verdadeira autoridade neste tema pouco explorado. A formação permitirá aos professores aprofundar conhecimentos sobre a pronúncia correta do português europeu, proporcionando-lhes ferramentas para ajudar os alunos a conseguirem uma boa pronúncia do português de Portugal.Melhorar a pronúncia “Sabemos que a pronúncia correta do português europeu não é fácil para os falantes de espanhol devido ao nosso complexo sistema vocálico, onde muitas dessas vogais devem ser pronunciadas de forma semifechada ou fechada, o que está em oposição ao sistema vocálico de Espanhol onde as vogais são sempre mais abertas e claras. Isso cria dificuldades para os alunos em pronunciarem corretamente o português europeu. Os professores devem ser capazes de compreender essas dificuldades enquanto são treinados para fazer transcrições fonéticas do português.

O objetivo é que os professores conheçam ferramentas que auxiliem os alunos no ensino correto do português”, explica Rainer Sousa, coordenador do ensino de línguas no país.A formação é apoiada pelo Centro da Língua Portuguesa da Universidade Pedagógica Experimental Libertador de Maracay (UPEL), Centro da Língua Portuguesa da Universidade Central da Venezuela (UCV), Associação Venezuelana para o Ensino da Língua Portuguesa (AVELP) e o CORREIO da Venezuela.O CEPE está já a trabalhar na organização da próxima formação, agendada para final de março, que vai girar em torno da avaliação do ensino do português como língua estrangeira e de como criar ferramentas de integração dos alunos. Vale lembrar que atualmente o sistema educacional da Língua de Camões na Venezuela conta com quase 90 professores distribuídos por todo o território nacional.


Fonte: Rádio Calheta

Sobre O IILP

Objetivos fundamentais: a promoção, a defesa, o enriquecimento e a difusão da língua portuguesa como veículo de cultura, educação, informação e acesso ao conhecimento científico, tecnológico e de utilização oficial em fóruns internacionais
Esta entrada foi publicada em Notícia. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s