ENTREGUES 25 COMPUTADORES PARA AJUDAR NO ENSINO DO PORTUGUÊS NA ÁFRICA DO SUL

Entregues 25 computadores para ajudar no ensino do português na África do Sul

O Embaixador de Portugal na África do Sul, Manuel Carvalho, e o Coordenador do ensino da Língua Portuguesa, Carlos Gomes da Silva, fizeram ontem a entrega de 25 computadores na Escola Secundária de Protea Glen no Soweto. A doação vai apoiar o ensino e desenvolvimento da Língua de Camões.

Sob a égide de “Think Africa – Speak Portuguese“, o Embaixador de Portugal na África do Sul, Manuel Carvalho, acompanhado do Coordenador do Ensino da Língua Portuguesa para África do Sul, Botsuana, Namíbia, Suazilândia e Zimbabué, Carlos Gomes da Silva, fez a entrega de 25 computadores pessoais na Escola Secundária de Protea Glen, em Protea Glen, Soweto para apoiar o ensino e desenvolvimento da língua de Camões naquele prestigiado estabelecimento de ensino da África do Sul com 1.612 estudantes matriculados e onde a aprendizagem da língua camoniana acontece desde 2015.
Na ocasião, Manuel Carvalho fez também a entrega de dois volumes contendo material de proteção contra a Covid-19, cuja entrega foi reconhecida com uma salva de palmas por todos os presentes. Mas o embaixador tinha ainda reservada uma surpresa ao entregar à ministra sul-africana do Ensino Básico uma T-Shirt de cor vermelha com a seguinte inscrição: Think Africa – Speak Portuguese, que a ministra prontamente agradeceu.

Angie Motoshekga, ministra do Ensino Básico da África do Sul, dirigiu-se aos presentes expressando a sua gratulação pela doação, não só dos computadores que enriquece a tecnologia do sistema escolar, assim como todo o material de proteção pessoal para prevenção à Covid-19. Motoshekga exortou os alunos presentes que continuem com as suas aulas de português de forma metódica, propondo e recomendando a leitura.

Gesto positivo

O advogado José Nascimento que mantém um relacionamento de muitos anos com aquilo que chama “a minha escola“ e que tem sido impulsionador de muitas visitas e auxílios àquela unidade escolar localizada no Soweto, falando para o JM disse que “a entrega de vinte cinco computadores e do equipamento de proteção individual contra o Coronavírus, é um gesto da nossa embaixada, é um gesto muito positivo que vem não só consolidar a presença da embaixada portuguesa na a sua inter-relação com a Protea Secondary School e que cria assim uma maior coesão social entra a comunidade portuguesa radicada na na África do Sul e a sociedade sul africana da qual a comunidade portuguesa faz parte”.
Questionado há quanto tempo está envolvido com a escola, José Nascimento respondeu que “vai agora para onze anos que remonta à altura da presença do nosso embaixador Ramos Pinto que me apoiou a “minha escola”.


Fonte: JM

Sobre O IILP

Objetivos fundamentais: a promoção, a defesa, o enriquecimento e a difusão da língua portuguesa como veículo de cultura, educação, informação e acesso ao conhecimento científico, tecnológico e de utilização oficial em fóruns internacionais
Esta entrada foi publicada em Notícia. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s