PROJETO ASSINALA 100 ANOS DA RÁDIO EM PORTUGUÊS NA CALIFÓRNIA

Projeto assinala 100 anos da rádio em português na Califórnia

“Foi a primeira vez que se fez rádio em língua portuguesa no mundo”, disse à Lusa Diniz Borges, presidente do Instituto Português Além-Fronteiras, que está sediado na Universidade Estadual da Califórnia, Fresno.

O responsável sublinhou que as emissões começaram antes da chegada da rádio a Portugal, que aconteceu em 1924.

“Quando começaram as primeiras estações de rádio começou logo a rádio em língua portuguesa, o que é fascinante”, afirmou, dizendo que as primeiras estações de rádio nos Estados Unidos chegaram em 1919.

A rádio em português foi inaugurada em 10 de junho de 1920 por José Vitorino, um emigrante açoriano oriundo da ilha Terceira. A emissão era feita a partir da cidade de Stockton, no vale de São Joaquim, intitulava-se “Vasco da Gama” e passava na estação de rádio KBMC, que, entretanto, deixou de existir.

De acordo com uma entrevista a outro pioneiro luso-americano da rádio, Frank Mendonça, Vitorino era analfabeto, o que o professor considera notável. A emissão era feita com a companhia de um amigo que tocava viola e assim proporcionava momentos musicais aos emigrantes que sintonizavam a estação.

“Ele foi o único a ter rádio em língua portuguesa entre 1920 e 1930. Dois anos mais tarde, em 1922, começou um programa em Visalia, uma vez por semana”, contou Diniz Borges.

O projeto do Instituto (PBBI, na sigla inglesa) e da FLAD vai durar um ano e passará pela recolha de gravações antigas de pessoas a falarem dos anos iniciais, gravações dos programas de rádio e entrevistas com luso-americanos que têm memória das décadas seguintes.

“Estamos a ter conversas com pessoas que ainda se lembram não de 1920, obviamente, mas que se lembram da rádio nos anos quarenta e cinquenta”, disse Diniz Borges.

“Depois estamos a ter conversas com pessoas que foram pioneiras da segunda onda da rádio, a que começou pós-vulcão dos Capelinhos”, explicou, referindo-se à erupção nos Açores em 1958, que levou a uma grande vaga de emigração para a Califórnia.

O objetivo é arquivar todo o material dentro do projeto alargado das histórias orais e organizar uma exposição cronológica sobre a rádio de língua portuguesa na Califórnia, quando regressarem as atividades presenciais após a pandemia de covid-19.

“A rádio foi de suma importância para a comunidade”, sublinhou Diniz Borges. “Os programas de rádio eram a grande fonte de informação para a comunidade e para a ligar à língua portuguesa”, acrescentou, afirmando que foi vital para as famílias continuarem a ter uma ligação a Portugal.


Fonte: JM

Sobre O IILP

Objetivos fundamentais: a promoção, a defesa, o enriquecimento e a difusão da língua portuguesa como veículo de cultura, educação, informação e acesso ao conhecimento científico, tecnológico e de utilização oficial em fóruns internacionais
Esta entrada foi publicada em Notícia. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s