ALUNA DE GUARUJÁ VENCE OLIMPÍADA DE LÍNGUA PORTUGUESA

Maria Eduarda de Moraes Silva, da Escola Estadual Domingos de Souza Prefeito, foi premiada na categoria Crônica.

As paulistas Maria Eduarda de Moraes Silva, de Guarujá, e Laura Helena Amorim Pinheiro, de Piracicaba, venceram a Olimpíada de Língua Portuguesa, nas categorias Crônica e Artigo de Opinião, respectivamente. 

Maria Eduarda, aluna da Escola Estadual Domingos de Souza Prefeito, foi orientada pela professora Ana Paula da Conceição da Silva. Já Laura estuda na Escola Estadual Dr. Alfredo Cardoso e recebeu as orientações da professora Nilda Meireles da Silva.

Quatro professores de São Paulo foram premiados na categoria Relato de Prática, dos municípios de Urupês, Olímpia, Guarulhos e Limeira (lista abaixo). Voltada exclusivamente aos docentes, reconhece as experiências com a realização das oficinas de texto, descrevendo aprendizagens, descobertas, desafios e reflexões.

A Olimpíada de Língua Portuguesa, promovida pelo Itaú Social e Ministério da Educação (MEC), reconheceu 20 produções de todas as regiões do país, quatro em cada categoria: poema (5º ano do Ensino Fundamental), memórias literárias (6º e 7º anos), crônica (8º e 9º anos), documentário (1º ano do Ensino Médio) e artigo de opinião (3º ano do Ensino Médio).

Com coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec), tem como objetivo apoiar os professores da rede pública no aprimoramento das práticas de ensino de leitura e escrita. A partir da metodologia do Programa Escrevendo o Futuro, os professores realizam as oficinas de produção de texto com seus alunos.

O concurso se iniciou em fevereiro, com a abertura das inscrições para professores e alunos. Recebeu 171.037 inscrições de todos os estados e teve adesão de 87,5% dos municípios brasileiros – total de 4.876 cidades. A principal novidade foi a inclusão do gênero documentário para alunos do 1º e 2º anos do Ensino Médio. 

Em 2019, a Olimpíada passou a homenagear também autores brasileiros. Nesta edição, a homenageada foi a escritora mineira Conceição Evaristo. Houve novidades também entre as premiações, que passaram a incluir imersão pedagógica internacional para os professores e viagem cultural em território brasileiro para os estudantes. As escolas dos alunos vencedores receberão como prêmio acervo para reforço da biblioteca.


Fonte: Diário do Litoral

Sobre O IILP

Objetivos fundamentais: a promoção, a defesa, o enriquecimento e a difusão da língua portuguesa como veículo de cultura, educação, informação e acesso ao conhecimento científico, tecnológico e de utilização oficial em fóruns internacionais
Esta entrada foi publicada em Notícia. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s