UNIVERSIDADE DA MALÁSIA VAI ABRIR UM CURSO DE LÍNGUA PORTUGUESA

Universidade da Malásia vai abrir um curso de língua portuguesa

O protocolo vai ser assinado entre o Instituto Camões e a Faculdade de Línguas e Linguística da Universidade de Malaya. O curso vai começar com 200 alunos.

A Universidade de Malaya, na Malásia, vai abrir um curso de língua portuguesa. O anúncio foi feito pelo secretário de Estado das Comunidades Portuguesas a 28 de junho, no decorrer de uma visita à Malásia.

“Nas próximas semanas estará concluído o protocolo entre o Camões e a Faculdade de Línguas e Linguística da Universidade de Malaya”, afirmou à Lusa José Luís Carneiro, acrescentando que o curso vai começar a ser ensinado a 200 alunos.

O responsável português disse ainda que a faculdade malaia mostrou abertura para estabelecer cooperação com universidades portuguesas como a Universidade do Porto, “abrindo as portas para a mobilidade de alunos, professores e investigadores”.
Segundo José Luís Carneiro, os responsáveis da universidade malaia deram ainda “importância à possibilidade de desenvolver instrumentos de tradução” de obras portuguesas para a língua malaia e vice-versa.

Em relação aos contactos que estabeleceu com o secretário-geral do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Malásia, Muhammad Shahrul Ikram Yaakob, no Ministério dos Negócios Estrangeiros em Kuala Lumpur, o secretário de Estado assumiu que as autoridades malaias deram revelo à presença de um governante de Portugal na Malásia, o que já não acontecia “desde que há memória”.

Em junho de 1965 os dois países cortaram relações diplomáticas que só foram restabelecidas em dezembro de 1975 e aprofundadas em 1989 com o acordo sobre Cooperação Cultural assinado entre Portugal e Malásia. “A Malásia mostrou vontade de poder promover visitas também a nível político ao nosso país”, anunciou o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas.

A dslicação de José Luís Carneiro incluiu uma visita a Malaca para interagir com representantes das comunidades asiáticas descendentes de portugueses.
A relação de Portugal com Malaca remonta a 1509 quando Diogo Lopes Sequeira, enviado do Rei D. Manuel, aportou em Malaca para estabelecer relações e dois anos mais tarde Afonso de Albuquerque desembarcou em Malaca, demoliu a Grande Mesquita, e levantou no local uma fortaleza que seria um importante entreposto comercial.

A visita do governate português à Ásia incluiu uma passagem por Macau, onde se encontrou com a secretária para a Administração e Justiça de Macau, Sónia Chan, com a direção da Escola Portuguesa de Macau e ainda participou nos ‘Diálogos com as Comunidades’, no auditório do Consulado-Geral de Portugal em Macau.


Fonte: Mundo Português

Sobre O IILP

Objetivos fundamentais: a promoção, a defesa, o enriquecimento e a difusão da língua portuguesa como veículo de cultura, educação, informação e acesso ao conhecimento científico, tecnológico e de utilização oficial em fóruns internacionais
Esta entrada foi publicada em Notícia. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s