ESCRITORES E CRÍTICOS ANALISAM LITERATURA DA CPLP EM MAPUTO

Os escritores José Luís Mendonça e Ondjaki representaram Angola em mais uma edição do Festival de Literatura Resiliência3, que decorreu entre terça e quinta-feira, em Maputo, capital de Moçambique.

“Mobilidade e Criação Artística na Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)” foi o tema do festival, organizado pela editora Cavalo do Mar, e teve lugar no Camões – Centro Cultural Português, em Maputo.

Segundo José Luís Mendonça, o festival homenageou o escritor moçambicano Luís Carlos Patraquim. Com 32 participantes, Resiliência 3 permitiu o debate sobre a língua portuguesa, literatura, leitura, e a circulação das obras ao nível da CPLP. Informou que Ondjaki aproveitou o festival para lançar o livro “O Céu não sabe dançar Sozinho”.

No dia de abertura, a pesquisadora brasileira de literaturas africanas, Carmen Tindó Secco, e o poeta angolano José Luís Mendonça, sob moderação da professora universitária Conceição Siopa, falaram de “Políticas e caminhos das literaturas de língua portuguesa”.
Carmen Tindó Secco referiu que a corrupção, as vozes da periferia, violação sexual, entre outros temas, têm encimado as obras de literatura contemporânea no Brasil.


Fonte: Jornal de Angola

Sobre O IILP

Objetivos fundamentais: a promoção, a defesa, o enriquecimento e a difusão da língua portuguesa como veículo de cultura, educação, informação e acesso ao conhecimento científico, tecnológico e de utilização oficial em fóruns internacionais
Esta entrada foi publicada em Notícia. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s