PORTUGAL E BRASIL QUEREM INTRODUZIR ENSINO DO PORTUGUÊS NA ESCOLA DA ONU

Resultado de imagem para PORTUGAL E BRASIL QUEREM INTRODUZIR ENSINO DO PORTUGUÊS NA ESCOLA DA ONU

Um novo curso de português vai começar ainda este ano na escola das Nações Unidas, em Nova Iorque, como resultado de uma ação conjunta entre o Brasil e Portugal, anunciou hoje, em Lisboa, o ministro de Negócios Estrangeiros português.

O ministro Augusto Santos Silva falava numa conferência de imprensa de imprensa com o ministro das Relações Exteriores do Brasil, Aloysio Nunes Ferreira, no Ministério dos Negócios Estrangeiros, em Lisboa, após um encontro entre os dois governantes, no qual vários assuntos foram debatidos, das relações bilaterais e multilaterais, incluindo a Venezuela.

“É sempre um gosto para qualquer governo português receber o ministro das Relações Exteriores do Brasil, qualquer que seja o ministro de qualquer executivo”, começou por dizer Santos Silva no início da conferência de imprensa, acrescentando que era “em particular um gosto adicional”, receber o “amigo Aloysio Ferreira”, cuja ligação a Portugal “leva muito tempo e com muita intensidade e com o qual temos trabalhado muito bem em vários tópicos, quer da agenda bilateral quer da agenda multilateral”.

Na agenda bilateral, disse Santos Silva, “eu destacaria a colaboração crescente entre vários organismos e, em particular, entre o Instituto Camões e a Rede Brasil na promoção em conjunto da língua portuguesa”.

“Nós hoje podemos constatar e estabelecer que a nossa próxima iniciativa conjunta na promoção da língua portuguesa ocorrerá ainda este ano. Ainda este ano se iniciarão cursos de português na escola das Nações Unidas em Nova Iorque”, acrescentou.

Aloysio Nunes Ferreira, que termina hoje uma visita de dois dias à capital portuguesa, já tinha acompanhado esta terça-feira o seu homólogo português na inauguração da exposição itinerante “A Língua Portuguesa em Nós”, no Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia (MAAT), no edifício Central Tejo.

No evento o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva destacou que a língua portuguesa representa, como “matéria para a atividade económica”, quase 17% do Produto Interno Bruto de Portugal, o equivalente a 30 mil milhões de euros por ano.

“A língua portuguesa é também de trabalho, é um valor económico de nós todos”, disse o governante.


Fonte: RTP Notícias 

Sobre O IILP

Objetivos fundamentais: a promoção, a defesa, o enriquecimento e a difusão da língua portuguesa como veículo de cultura, educação, informação e acesso ao conhecimento científico, tecnológico e de utilização oficial em fóruns internacionais
Esta entrada foi publicada em Notícia. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s