MINISTRO DA CULTURA QUER UMA MAIOR APROXIMAÇÃO ENTRE OS ESCRITORES E AS ESCOLAS

O Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas disse hoje que é necessário a aproximação dos escritores das escolas não só para a apresentação dos livros, mas também para a “pedagogia necessária permanente” em prol do livro.

A constatação foi feita por Abraão Vicente, esta tarde, na Cidade da Praia, durante a sua intervenção na cerimónia de entrega de kits de livros, que aconteceu na Biblioteca Nacional, no âmbito do projecto da Rede de Bibliotecas Escolares, beneficiando nove escolas de ensino básico e secundário da ilha de Santiago.

“É fundamental que as escolas invistam nos autores nacionais, mas também é necessário a aproximação dos nossos escritores das escolas. Creio que os escritores estão disponíveis para se deslocarem aos municípios, não só para a apresentação dos livros próprios, mas para a pedagogia necessária permanente em prol do livro, da literatura e do uso do livro”, constatou.

Segundo o governante, com os 36 mil livros doados pela Seguradora Fidelidade, em parceria com a Garantia S.A., as escolas do país têm hoje as bibliotecas mais estruturadas, com títulos a dimensão e com qualidade.

“Chamo a atenção da importância de haver de facto uma colaboração estreita entre outras entidades que tenham acervos importantes em qualquer sector, nomeadamente do livro com as áreas especializadas, nesse caso, disponibilizando e oferecendo à equipa técnica da Biblioteca Nacional do Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas para fazer o acompanhamento daquilo que é a catalogação, mapeamento e divulgação das bibliotecas escolares”, precisou.

No seu entender, para além da nova literatura, a literatura infanto-juvenil é crucial para o país, tendo realçado que é fundamental também que as escolas invistam nos escritores.

O donativo, composto por 36 mil livros, foram concedidos pela Seguradora Fidelidade, em parceria com a Garantia S.A. e inclui obras escolares para jovens e adultos, infantis e enciclopédias.

No acto estiveram presentes os representantes das escolas da Ribeira Grande de Santiago, São Miguel, Santa Catarina, São Domingos, São Salvador do Mundo, Tarrafal, Ponta d´Água, São Lourenço dos Órgãos e Santa Cruz.


Fonte: inforpress

Sobre O IILP

Objetivos fundamentais: a promoção, a defesa, o enriquecimento e a difusão da língua portuguesa como veículo de cultura, educação, informação e acesso ao conhecimento científico, tecnológico e de utilização oficial em fóruns internacionais
Esta entrada foi publicada em Notícia. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s