PRÉMIO LITERÁRIO JOVEM DE 7500 EUROS ONTEM APRESENTADO

Foi ontem apresentado, na Lousã um novo prémio literário, no valor de 7.500 euros, destinado a novos escritores, com idade até 35 anos.

Resultado de imagem para PRÉMIO LITERÁRIO

A responsável pela iniciativa é a Cooperativa Arte-Via Cooperativa, com o consórcio do Festival Literário Internacional do Interior – Palavras de Fogo.


A iniciativa é suportada financeiramente pela Direção Regional de Cultura do Centro, no seguimento de uma sugestão do Presidente da República, aquando da l.ª edição do festival “Palavras de Fogo”, em homenagem às vítimas dos incêndios florestais de 2017. O anúncio foi feito pela responsável da Direção Regional de Cultura do Centro (DRCC), Celeste Amaro, que deu conta da “satisfação” do ministro da Cultura pela criação do prémio.

Um exemplo a seguir

“Esta iniciativa tem muito potencial e talvez dê o exemplo a outras autarquias e associações para fazerem o mesmo, porque realmente concelhos tão pequenos como estes que existem no interior e com tantas dificuldades, dificilmente conseguiriam colocar de pé um evento destes”, disse, por seu lado, Ana Filomena Amaral, presidente da Cooperativa Arte-Via, sediada na Lousã.

O prémio literário inclui os encargos da edição da obra e vai distinguir um texto original no domínio da ficção, romance ou novela, escrito em língua portuguesa, por autor de nacionalidade portuguesa, com idade não superior a 35 anos.
Os originais devem ter pelo menos 150 mil caracteres com espaços, acompanhados de uma gravação em suporte digital, e ser entregues até 15 de março, à Arte-Via Cooperativa.

Prémio a atribuir em 2019

A atribuição do prémio vai decorrer entre 14 a 17 de junho de 2019, durante a 2.ª edição do Festival “Palavras de Fogo”, depois da análise de um júri selecionado pela DRCC e Arte-Via Cooperativa.

“Pensámos que seria importante incentivar os jovens portugueses a escrever e, quem sabe, no futuro estender o prémio ao mundo da lusofonia, que será uma forma de alargar a sua abrangência e torná-lo mais importante, porque a língua portuguesa é a nossa pátria”, salientou Ana Filomena Amaral.

A presidente da Arte-Via adiantou ainda que estão a ser efetuadas diligências para tentar projetar o festival Palavras de Fogo para outros continentes, nomeadamente para o asiático, “e a envidar todos os esforços para trazer pessoas de Macau, China e Tailândia, para a próxima edição”.


Fonte: Diário as Beiras

 

Sobre O IILP

Objetivos fundamentais: a promoção, a defesa, o enriquecimento e a difusão da língua portuguesa como veículo de cultura, educação, informação e acesso ao conhecimento científico, tecnológico e de utilização oficial em fóruns internacionais
Esta entrada foi publicada em Notícia. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s