BEIJING REALIZA FESTIVAL DA CANÇÃO EM LÍNGUA PORTUGUESA

A Universidade de Estudos Estrangeiros de Beijing (BFSU) realizou recentemente a sétima edição do Festival da Canção em Língua Portuguesa, que contou com a participação de concorrentes provenientes de universidades de todo o país.

O VII Festival da Canção em Língua Portuguesa de Beijing contou com a presença do embaixador de Portugal da China, José Augusto Duarte, da embaixadora de Cabo Verde, Tânia Romualdo, do vice-reitor da BFSU, Yan Guohua, entre outros convidados chineses.

No discurso de abertura, o vice-reitor, Yan Guohua, deu os parabéns à organização do festival, assinalando o crescimento deste ao longo dos últimos sete anos, «dimensão e influência».

«Este festival não é apenas um palco para que os alunos mostrem o seu talento, mas também oferece uma oportunidade para conhecerem a cultura, história e arte por detrás da língua. Além disso constitui também uma ocasião importante para o intercâmbio da construção do curso de português, assim como a integração de qualidades essenciais dos alunos das universidades participantes», acrescentou.

Tânia Romualdo, atual embaixadora de Cabo Verde na China dirigiu também algumas palavras aos participantes.

«A língua portuguesa é o que nos une. Não é só a língua, mas ela acaba por facilitar a comunicação entre os países da CPLP, e também entre as restantes comunidades espalhadas pelo mundo», destacou.

Referindo o número cada vez mais promissor de estudantes chineses que aprendem a língua portuguesa, a embaixadora falou também sobre os numerosos alunos provenientes de países da CPLP que se encontram a estudar na China.

O embaixador português, por sua vez, afirmou ter conhecido, ainda em Portugal, vários diplomatas chineses formados em português na referida universidade. Revelando já ter sido professor, José Augusto Duarte salientou que é a simbiose entre o espírito de sacrifício dos alunos e também dos professores que produz resultados tão satisfatórios.

«Mas, para aprender uma língua não é apenas trabalhar, estudar a gramática, estudar a sintaxe, a literatura, estudar, estudar, estudar. Por vezes de forma lúdica e a brincar também se aprende muito. Acho que o facto de fazerem pela sétima vez consecutiva este festival mostra vontade de se divertirem e ao mesmo tempo de aprenderem», comentou.

A concurso estiveram 14 canções interpretadas por alunos provenientes de universidades de Jilin, Beijing, Xi’an, Sichuan e Tianjin.

Após as atuações, e durante o intervalo, no qual foram degustados pastéis de nata e caipirinha — bebida alcoólica brasileira —, os dois embaixadores mostraram-se impressionados com a qualidade do português de alguns alunos presentes.

«Acho que são boas iniciativas. Congrega a animação e o espírito e também serve de motivação para os alunos. É impressionante o nível de português dos alunos», comentou o embaixador português.

No final do festival, a canção “Sobe, sobe balão sobe” interpretada por alunos da Universidade de Comunicação da China recebeu o prémio de popularidade. Eduarda (Xu Yukun) e Figo (Deng Chenchao), também da mesma universidade, receberam o prémio pela interpretação da canção brasileira “Águas de Março”.

 


Fonte: Port.com

 

Sobre O IILP

Objetivos fundamentais: a promoção, a defesa, o enriquecimento e a difusão da língua portuguesa como veículo de cultura, educação, informação e acesso ao conhecimento científico, tecnológico e de utilização oficial em fóruns internacionais
Esta entrada foi publicada em Notícia. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s