«O PORTUGUÊS É CADA VEZ MAIS UMA LÍNGUA DE NEGÓCIOS» LUÍS FARO RAMOS, NOVO PRESIDENTE DO CAMÕES — INSTITUTO DA COOPERAÇÃO E DA LÍNGUA

Fazer do português uma das línguas oficiais da ONU é uma aposta estratégica do Governo  português . E esta foi uma das razões que levaram o ministro dos Negócios Estrangeiros Augusto Santos Silva a nomear pela primeira vez um diplomata para dirigir o instituto que tutela a língua e a cooperação.

O português é a 4.ª ou 5.ª língua mais falada no mundo, consoante os indicadores. Como se sente a dirigir esta ‘casa’, sendo licenciado em Direito e diplomata de carreira?

O português já é falado por 261 milhões de pessoas e as estimativas apontam para que dentro de pouco mais de duas décadas cheguemos aos 400 milhões. É a língua mais falada no hemisfério Sul e, tal como o espanhol — que [com o inglês e mandarim] está à nossa frente nesta tabela — temos um enorme potencial de crescimento; quero ainda dizer que é em África que a língua portuguesa vai crescer mais, sobretudo em Angola e em Moçambique. Para responder à pergunta não podemos esquecer que este Instituto é tutelado pelo ministro dos Negócios Estrangeiros; foi entendimento do Governo nomear um diplomata para este cargo, e isso é o reconhecimento das valências dos diplomatas e de um olhar transversal sobre a política externa. 

Há uma clara aposta estratégica na língua?

O trabalho realizado pelo Camões está no centro da nossa política externa; o português é utilizado em 30 organizações internacionais, e um dos objetivos que temos é que venha a ser língua de trabalho das Nações Unidas; para que isso aconteça temos de apostar na formação, sobretudo na [área de] tradução. Somos uma língua de negócios, de cultura, de herança, uma língua multiforme e um ativo para promover o poder de influência de Portugal em termos internacionais.

O que quer dizer com a expressão “língua de ciência”?

Temos duas apostas importantes que já vêm do tempo da minha antecessora cujo papel quero salientar. Foi Ana Paula Laborinho que assegurou a fusão e [incentivou] programas de apoio à internacionalização, de que destaco a aposta na diplomacia científica — onde temos como objetivo valorizar a produção científica [escrita] em português. Há uma resolução do Conselho de Ministros do final de 2016 sobre esta matéria, e o Brasil pode ter aqui um importante contributo. Estive recentemente num encontro na Fundação Gulbenkian com investigadores portugueses e esta questão da produção científica em português foi abordada.

E a outra resolução?

Trata-se do estatuto da Empresa Promotora da Língua Portuguesa (EPLP), que permite que qualquer empresa apoie financeiramente a promoção da língua. As empresas ficam habilitadas a associar o seu nome a bolsas, leitorados, cátedras entre outros projetos.

Falou do português como língua de negócios neste contexto da EPLP ou no caso da China?

As autoridades chinesas consideram que o português é a língua de negócios em África e, na China, há um interesse crescente pela aprendizagem da nossa língua. Há outros países com uma procura crescente, como o Senegal com cerca de 40 mil alunos e o Uruguai com 20 mil. Temos detetado um interesse para que o português seja ministrado por portugueses. Para facilitar a comunicação com quem nos procura [para aprender] vamos traduzir os conteúdos do portal para espanhol e mandarim; já estão em português e em inglês. E vamos colocar o Camões no espaço público com um ciclo de conversas mensais — “O Camões dá que falar”. O primeiro convidado é Luís Amado.

Tomou posse há dois meses e já foi confrontado com uma série de demissões no Camões. Quer comentar? 

Conto com a equipa e não fiz nenhuma alteração. Houve pessoas na área do planeamento e gestão que entenderam que era altura de mudar e um dos pedidos de demissão já tinha sido solicitado antes de ter tomado posse.


Fonte: Cyberdúvidas
Imagem: Instituto Camões

Sobre O IILP

Objetivos fundamentais: a promoção, a defesa, o enriquecimento e a difusão da língua portuguesa como veículo de cultura, educação, informação e acesso ao conhecimento científico, tecnológico e de utilização oficial em fóruns internacionais
Esta entrada foi publicada em Notícia. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s