DECORREM AS VOTAÇÕES PARA A PALAVRA DO ANO 2017

A escolha da Palavra do Ano, iniciativa da Porto Editora “com o objetivo de valorizar a língua portuguesa“, está de regresso.

Palavra

Esta é já a nona edição do concurso, cujo objetivo é “destacar a riqueza lexical e o dinamismo criativo da língua portuguesa, um património vivo de todos os que nela se expressam“.

A escolha das palavras candidatas a Palavra do Ano baseia-se no “trabalho permanente de observação e acompanhamento da realidade da língua portuguesa, levado a cabo pela Porto Editora, através da análise de frequência e distribuição de uso das palavras e do relevo que elas alcançam, tanto nos meios de comunicação e redes sociais como no registo de consultas nos dicionários online e mobile”, segundo nota de imprensa da editora.

Em 2017, muitos foram os acontecimentos que marcaram a nossa realidade e, consequentemente, muitos foram os vocábulos que foram marcando o quotidiano e as conversas dos portugueses.

Após uma análise cuidada dos parâmetros, as dez palavras finalistas são:

Afeto

Quem não se recorda do grau de proximidade, de amabilidade e de afetividade exercido junto de todos por Marcelo Rebelo de Sousa? É ao ‘Presidente dos Afetos’, como ficou conhecido, que devemos o uso frequente, no nosso quotidiano, desta palavra.

Cativação

Uma estratégia orçamental bem definida do Governo para manter o défice abaixo dos valores definidos com a União Europeia tornou este um vocábulo recorrente, valendo-lhe o lugar de finalista a palavra do ano.

Crescimento

Uma inversão no comportamento da economia portuguesa levou a que todos os portugueses começassem a falar (finalmente) de crescimento.

Desertificação

Este tema ganhou uma atenção especial no espaço público, devido às circunstâncias impostas.

Floresta

A enorme área ardida do país obrigou a repensar em novas estratégias de ordenamento florestal em Portugal.

Gentrificação

Processo de valorização imobiliária de uma zona urbanageralmente acompanhada da deslocação dos residentes com menor poder económico para outro local e da entrada de residentes com maior poder económico.

Nunca o nosso país foi um pólo tão atrativo para os turistas como no último ano, principalmente nas principais cidades, chegando mesmo a ser distinguido como o Melhor Destino Europeu. Não é por isso de estranhar que esta seja uma palavra cada vez mais aplicada no dia a dia.

Incêndios

O ano de 2017 foi uma enorme tragédia. Pela enorme quantidade de incêndios que atingiram o território português, provocando danos irreparáveis e uma enorme quantidade de vítimas, «incêndios» invadiam a comunicação pessoal, social e digital.

Independentista

A vontade de independência da Catalunha foi um dos factos que marcou o ano.

Peregrino

O centenário das Aparições de Nossa de Fátima marcou este ano e, mais do que nunca, o número de peregrinos aumentou. A vinda de Sua Santidade, o Papa Francisco, ao Santuário de Fátima, no dia 13 de maio, contribuiu substancialmente para esse efeito.

Vencedor

Pela primeira vez, Portugal foi o vencedor do Festival Eurovisão da Canção, despertando um enorme carinho e entusiasmo para com Salvador Sobral.

«Incêndios» lidera a preferência dos portugueses, mas ainda podes votar…

A votação teve início há duas semanas e, até ao momento, cerca de dez mil já escolheram a sua palavra do ano.

«Incêndios» lidera a preferência dos portugueses, seguida de «afeto» e «floresta». A votação decorre até ao último dia do ano.

Nos anteriores, o público português elegeu as palavras: «esmiuçar» (2009), «vuvuzela» (2010), «austeridade» (2011), «entroikado» (2012), «bombeiro» (2013), «corrupção» (2014), «refugiado» (2015) e «geringonça» (2016).

A 4 de janeiro de 2018, será conhecida a grande vencedora, numa cerimónia na Biblioteca Municipal Ary dos Santos, em Loures.

Podes votar aqui.

Fonte: Espalha Factos

Sobre O IILP

Objetivos fundamentais: a promoção, a defesa, o enriquecimento e a difusão da língua portuguesa como veículo de cultura, educação, informação e acesso ao conhecimento científico, tecnológico e de utilização oficial em fóruns internacionais
Esta entrada foi publicada em Notícia. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s