Evento no IILP aproxima CPLP e sociedade civil

20160804_181120.jpgPara a Diretora-Geral da CPLP,  Georgina de Mello   é preciso que haja mais aproximação entre a organização e a sociedade civil que precisa sentir que faz parte da comunidade.

A diretora-geral defendeu essa ideia em declarações à Inforpress na Cidade da Praia, durante um encontro organizado pelo Instituto Internacional da Língua Portuguesa (IILP) para celebrar o 20º aniversário da CPLP, intitulado “CPLP: 20 anos de história e na história. Refletindo Sobre a Organização”.

“Tem sido um processo de construção conjunto, temos hoje mais CPLP do que tínhamos, uma organização mais próxima da sociedade, mas que ainda não atingiu aquele potencial que pode desenvolver em termos da aproximação a sociedade civil e uma aproximação ao cidadão para que o mesmo sinta que a CPLP faz parte da sua vida”, afirmou.

Para Georgina de Mello, é preciso continuar a trabalhar os vários elementos, não só os governos que têm sido “essenciais” nesta primeira fase dos 20 anos iniciais, mas também as organizações da sociedade civil, o mundo empresarial, as universidades, as academias, as ONG, entre outros.

Este slideshow necessita de JavaScript.

“Todos têm que fazer parte desta construção para que a comunidade seja realmente uma comunidade que não é só de governos, mas que uma coisa de cada um de nós”, frisou, sustentando que para que isso aconteça, são necessárias iniciativas que “estreitem essa relação entre a parte estatal e a parte sociedade civil”.

Na sua opinião, o evento realizado pelo IILP é um exemplo desta construção, porque visa refletir em conjunto, divulgar e fazer um exercício de analisar o quê se  fez e o quê se pode fazer, numa perspectiva de “mobilizar mais gente e mais organizações para que mais seja feito neste processo de construção”.

Em relação a Cabo Verde, a responsável sublinhou que tem sido um membro “muito ativo” da CPLP, não só ao nível de Governo, mas ao nível, também, de várias organizações da sociedade civil.

Para além da diretora-geral da CPLP, Georgina de Mello, o evento contou com as participações da diretora executiva do IILP, Marisa Mendonça, e do ex-ministro de Relações Exteriores de Cabo Verde, Jorge Tolentino, assim como dos embaixadores do Brasil, de Angola, de Portugal e outros convidados.

Fonte colaborativa: Expresso das Ilhas

Sobre O IILP

Objetivos fundamentais: a promoção, a defesa, o enriquecimento e a difusão da língua portuguesa como veículo de cultura, educação, informação e acesso ao conhecimento científico, tecnológico e de utilização oficial em fóruns internacionais
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s