MINI PROGRAMADORES POR TODA A EUROPA

images (2)A segunda edição da Semana Europeia da Programação arrancou, no dia 11, com mais de dois mil eventos agendados por 38 países europeus. Até dia 17, nestes encontros as comunidades mundiais de programação gratuita, como é o caso da CoderDojo ou da Rails Girls, oferecem a possibilidade de participar em sessões de iniciação à programação, desenvolver módulos de aprendizagem ou ajudar a formar professores, quebrando preconceitos em relação às Tecnologias de informação e Comunicação (TIC). A criação de websites, jogos ou aplicações móveis estão entre os vários projectos que podem surgir destes eventos.

Nesta segunda edição, o destaque, em termos do número de eventos agendados, vai para a Irlanda, com um total de mais de 310 eventos, seguida da França com mais de 220 e da Grécia com mais de 210. Já a edição anterior, reuniu dez mil participantes, vindos de 26 países, que aprenderam a programar em eventos organizados por escolas, universidades e outros voluntários europeus.

Em Portugal, a CoderDojo Lx organizou, no último sábado, duas sessões paralelas na Universidade Europeia: uma para jovens mais experientes e outra para aqueles que participaram pela primeira vez, onde estiveram presentes mais de 20 “ninjas” – assim designados -, entre os 7 e os 17 anos, acompanhados pelos pais.

A Semana Europeia da Programação foi lançada pelos Jovens Consultores da vice-presidente da Comissão Europeia, Neelie Kroes, com o apoio da DG Connect. Oprincipal objectivo é que os jovens comecem desde cedo a viajar pelos principais conceitos da programação e que sejam alertados para esta maneira de pensar.

“A programação é a nova literacia, um conjunto de competências essenciais tanto para as raparigas como os rapazesNão é uma aula aborrecida de ciência informática, é uma forma de tornar todos os temas mais interessantes“, disse Neelie Kroes, também responsável pela Agenda Digital. 

A iniciativa constitui mais um suporte para o cumprimento da parceria Grand Coalition for Digital Jobs, promovida pela Comissão Europeia em 2013, para fazer face à estimativa de que em 2020  poderá  haver um défice de 900 mil profissionais de TIC. Em Portugal estima-se que este défice se situe nos 10 mil. À semelhança, para dar força a esta Grande Coligação será lançada, amanhã, uma plataforma de programação para promover a aprendizagem e o ensino nesta área.

A Semana Europeia da Programação é apoiada por empresas como o Facebook, Microsoft, Rovio, SAP, Oracle ou a Liberty Global.

Consulte aqui os restantes eventos a decorrer em Portugal.

Fonte: Smart cities – Por Patricia Silva
Advertisements

Sobre O IILP

Objetivos fundamentais: a promoção, a defesa, o enriquecimento e a difusão da língua portuguesa como veículo de cultura, educação, informação e acesso ao conhecimento científico, tecnológico e de utilização oficial em fóruns internacionais
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s