“Perspectivas da Língua Portuguesa”, na UMinho

images (4)A Universidade do Minho, amanhã (9), será  palco  da conferência “Perspectivas da Língua Portuguesa”, no anfiteatro B1 (Complexo Pedagógico II) do campus de Gualtar, em Braga. A iniciativa, aberta ao público,  é organizada com a parceria da Comissão Temática de Promoção e Difusão de Língua Portuguesa da CPLP (Comunidade dos Países de Língua Portuguesa).
A cerimônia de abertura, às 9 horas, contará com a presença  do reitor da UMinho, António M. Cunha, da diretora executiva do Instituto Internacional da Língua Portuguesa, Marisa Mendonça, do secretário executivo da CPLP, Murade Murargy, do presidente do Observatório de Língua Portuguesa, Anacoreta Correia e do representante permanente de Timor-Leste junto da CPLP, Antonio de Araújo. Segue-se a intervenção do secretário-geral de Política Linguística da Xunta de Galicia, Valentín García Gómez.

A primeira sessão, intitulada “O potencial econômico da Língua Portuguesa”,  às 11 horas 30 minutos, contará com o chefe de gabinete da presidência da Galp Energia, José Sequeira Nunes, o consultor da Presidência da República de Portugal, Tiago Pitta e Cunha, e o co-CEO da Primavera BSS, José Dionísio. A moderação será do diretor-adjunto do jornal “Expresso”, Nicolau Santos.

A partir das 14 horas, a sessão “A Língua Portuguesa, língua de ciência” reunirá os depoimentos da diretora executiva do Instituto de Medicina Molecular, Maria Manuel Mota, do diretor dos Serviços de Documentação da UMinho, Eloy Rodrigues, e do professor José Sousa Teixeira, também da UMinho, sob a moderação do administrador da Fundação Calouste Gulbenkian, Eduardo Marçal Grilo. A terceira sessão, “A UMinho e a internacionalização da Língua Portuguesa”, inclui as presenças do reitor da Universidade Nacional de Timor-Leste, Aurélio Guterres, do conselheiro cultural da Embaixada da China, Jianping Shu, e das professoras Cristina Flores e Micaela Ramon, ambas da UMinho, cabendo a moderação ao vice-reitor da Educação nesta academia, Rui Vieira de Castro.

Logo após, as intervenções finais ficarão a cargo do reitor da UMinho, António M. Cunha, da representante da Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento (FLAD), Fátima Fonseca, do vice-primeiro-ministro da Guiné Equatorial, Lucas Nguema Mbang, do presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, e do ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros de Portugal, Rui Machete.

Anúncios

Sobre O IILP

Objetivos fundamentais: a promoção, a defesa, o enriquecimento e a difusão da língua portuguesa como veículo de cultura, educação, informação e acesso ao conhecimento científico, tecnológico e de utilização oficial em fóruns internacionais
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s